Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 3 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Comandante de submarino lamenta morte de japoneses


Das Agências

16/04/2001 | 08:48


Scott Waddle, comandante do submarino americano que se chocou contra uma embarcação pesqueira japonesa em fevereiro, disse à revista "Time" na edição desta semana, que daria sua vida para conseguir desfazer o acidente que provocou a morte de nove pessoas.

"Dei as ordens que provocaram o acidente. Daria minha própria vida, se com isso pudesse recuperar uma dessas nove vidas perdidas", disse Waddle.

O militar americano disse que, desde a colisão em 9 de fevereiro, não consegue dormir bem à noite e luta contra os pesadelos. "Não me canso de pedir perdão, mas estou cansado de chorar", afirmou.

Contrariando declarações anteriores, nas quais disse que não acreditava que a presença de 16 civis a bordo do submarino nuclear fosse um dos fatores do acidente, ele reconheceu que o fato "no mínimo, prejudicou a concentração".

Waddle assumiu total responsabilidade pela tragédia. "Não dei aos meus homens tempo suficiente para que pudessem fazer suas tarefas. Estava tão certo de minhas habilidades e do que tinha visto, que me convenci de que era seguro fazer estas manobras", disse o comandante.

Para o oficial, o único proveito que tirou desta tragédia foi o fortalecimento de sua relação com a mulher Jill. "Isto fortaleceu nossos vínculos. Em outros casamentos, isso não aconteceria".



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;