Fechar
Publicidade

Sábado, 23 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Visitantes de santuário de Umbanda são alvo de assaltantes


Bruno Ribeiro
Do Diário do Grande ABC

28/04/2006 | 08:33


Os visitantes do Santuário de Umbanda, no bairro Montanhão, em São Bernardo, viraram alvo de assalto no último mês. Pelo menos quatro roubos ocorreram na estrada do Montanhão, um dos dois acessos ao templo, que chega a reunir 2 mil adeptos do candomblé e umbanda no fim de semana. Os roubos são parecidos. Menores armados se escondem no esqueleto de um prédio inacabado que fica na estrada. Eles encurralam as vítimas, que não têm por onde fugir na estrada com mato dos dois lados.

Segundo um usuário do santuário, os assaltos ocorreram durante o dia. Os garotos ficam com rádios no início da estrada, e encarregados de avisar outros meninos sobre os alvos mais interessantes. O segundo grupo, já informado e armado, faz um bloqueio humano na estrada para que as vítimas parem. Os visitantes ficam sem saída. Depois do assalto, o grupo se esconde na carcaça do edifício abandonado, no número 4.200 da estrada.

O usuário do santuário disse que em um dos assaltos, pai e filho foram obrigados a entregar celulares, dinheiro e até as roupas para a quadrilha. Ambos foram deixados de cuecas na estrada do Montanhão. Em outro caso, um ônibus fretado teria sido parado e todos os usuários saqueados.

O coordenador do santuário, Ronaldo Antônio Linares, confirma que os crimes ocorreram. Ele conta que o movimento do centro não chegou a ser prejudicado, e que os visitantes mais suscetíveis são os que vêm por São Bernardo. Ele aconselha que as pessoas venham para o templo pela estrada do Pedroso, de Santo André, que também leva ao santuário.

Segundo Linares, a Polícia Militar começou a fazer rondas no centro com mais freqüência após as ocorrências de roubo. Ele conta também que equipes da Prefeitura e da Guarda Municipal patrulham o santuário com regularidade.

No término do Montanhão – quando a estrada se tranforma na avenida José Fornario – há um posto policial comunitário da Polícia Militar. PMs que trabalhavam lá quinta-feira confirmaram os roubos. Eles confirmaram que os patrulhamentos se intensificaram após os roubos. Os policiais dizem ter dificuldade em capturar os suspeitos em flagrante, dada a facilidade dos assaltantes de se esconderem.

No 6º Distrito Policial de São Bernardo, que é responsável pela área, não há nenhum boletim de ocorrência sobre os crimes. O delegado titular do distrito, Petrantônio Minichelto de Araújo, explica que as pessoas muitas vezes não procuram a delegacia para registrar roubos de valores pequenos. “Isso dificulta nosso trabalho”, afirma o delegado. Segundo ele, é a partir das ocorrências é que a polícia coordena suas ações. Sem as queixas, a polícia fica mal informada.

A Prefeitura de São Bernardo informou que irá nesta sexta-feira até o local onde o terreno fica para avaliar quais medidas podem ser tomadas para isolar a área.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;