Fechar
Publicidade

Sábado, 28 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Israel anuncia oficialmente retirada do Sul do Líbano


Do Diário do Grande ABC

17/04/2000 | 11:48


Israel anunciou oficialmente, através de uma carta dirigida à ONU, sua decisao de se retirar ``até julho'' do Sul do Líbano, regiao que ocupa desde 1978, informaram nesta segunda-feira fontes diplomáticas.

O Secretário-Geral da ONU, Kofi Annan, já comunidcou para dirigentes libaneses da decisao de Israel.

O embaixador de Israel junto à ONU, Yehuda Lancry, pretendia entregar a carta nesta segunda-feira ao secretário-geral da ONU, Kofi Annan.

Na breve carta, o governo israelense afirma que retirará suas tropas ``até julho'' e que aplicará plenamente as resoluçoes 425 e 426, precisaram as mesmas fontes.

Ao mesmo tempo, em Paris, o chanceler israelense David Levy anunciou que seu país havia enviado uma notificaçao oficial à ONU sobre esta retirada unilateral.

Estas resoluçoes, aprovadas em 1978, exigem uma retirada imediata de Israel até a fronteira internacional e solicitava a ajuda da ONU para restaurar a paz e a segurança no Líbano.

Em compensaçao, a carta israelense nao se referiu explicitamente à fronteira.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Israel anuncia oficialmente retirada do Sul do Líbano

Do Diário do Grande ABC

17/04/2000 | 11:48


Israel anunciou oficialmente, através de uma carta dirigida à ONU, sua decisao de se retirar ``até julho'' do Sul do Líbano, regiao que ocupa desde 1978, informaram nesta segunda-feira fontes diplomáticas.

O Secretário-Geral da ONU, Kofi Annan, já comunidcou para dirigentes libaneses da decisao de Israel.

O embaixador de Israel junto à ONU, Yehuda Lancry, pretendia entregar a carta nesta segunda-feira ao secretário-geral da ONU, Kofi Annan.

Na breve carta, o governo israelense afirma que retirará suas tropas ``até julho'' e que aplicará plenamente as resoluçoes 425 e 426, precisaram as mesmas fontes.

Ao mesmo tempo, em Paris, o chanceler israelense David Levy anunciou que seu país havia enviado uma notificaçao oficial à ONU sobre esta retirada unilateral.

Estas resoluçoes, aprovadas em 1978, exigem uma retirada imediata de Israel até a fronteira internacional e solicitava a ajuda da ONU para restaurar a paz e a segurança no Líbano.

Em compensaçao, a carta israelense nao se referiu explicitamente à fronteira.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;