Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 4 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Maia afirma que quem fala que haverá redução da carga tributária, está mentindo

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


02/09/2020 | 18:45


O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse que a alíquota do Imposto sobre Valor Agregado (IVA) previsto na reforma tributária será alta porque a carga tributária brasileira é alta."Não queremos aumentar a carga tributária, mas quem falar que vai reduzir do dia para a noite está mentindo", completou.

Em evento virtual organizado pela Federação Brasileira dos Bancos (Febraban) e pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), Maia disse estar otimista com a aprovação da reforma. "Está na hora de avançar na mudança do sistema tributário. Estou convencido de que não há outro caminho", completou.

Ele ressaltou que a mudança no sistema de impostos permitirá que o Brasil cresça e que, do contrário, poderia ser criada uma "guerra civil no Brasil". O presidente citou distorções no arcabouço tributário, como desonerações sobre livros e produtos de cesta básica que, segundo ele, acabam por beneficiar os mais ricos.

Maia voltou a criticar a possibilidade de se taxar transações digitais, como defendido pela equipe econômica. "Querem criar CPMF para o trabalhador pagar a conta de novo?", questionou.

Segundo o deputado, o Estado brasileiro foi construído nos últimos 30 anos priorizando a vontade de diversos lobbies. "Se a política quer ser respeitada, tem que ter coragem de representar a sociedade, não os lobbies", completou.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Maia afirma que quem fala que haverá redução da carga tributária, está mentindo


02/09/2020 | 18:45


O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse que a alíquota do Imposto sobre Valor Agregado (IVA) previsto na reforma tributária será alta porque a carga tributária brasileira é alta."Não queremos aumentar a carga tributária, mas quem falar que vai reduzir do dia para a noite está mentindo", completou.

Em evento virtual organizado pela Federação Brasileira dos Bancos (Febraban) e pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), Maia disse estar otimista com a aprovação da reforma. "Está na hora de avançar na mudança do sistema tributário. Estou convencido de que não há outro caminho", completou.

Ele ressaltou que a mudança no sistema de impostos permitirá que o Brasil cresça e que, do contrário, poderia ser criada uma "guerra civil no Brasil". O presidente citou distorções no arcabouço tributário, como desonerações sobre livros e produtos de cesta básica que, segundo ele, acabam por beneficiar os mais ricos.

Maia voltou a criticar a possibilidade de se taxar transações digitais, como defendido pela equipe econômica. "Querem criar CPMF para o trabalhador pagar a conta de novo?", questionou.

Segundo o deputado, o Estado brasileiro foi construído nos últimos 30 anos priorizando a vontade de diversos lobbies. "Se a política quer ser respeitada, tem que ter coragem de representar a sociedade, não os lobbies", completou.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;