Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 1 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Pacientes esperam quatro horas na farmácia do Mario Covas


Do Diário do Grande ABC

02/09/2008 | 07:06


Ontem, os pacientes que dependem de remédios de alto custo fornecidos pela farmácia do Hospital Mario Covas, em Santo André, tiveram de permanecer por até quatro horas na fila para retirar os medicamentos.

Nem mesmo a recente ampliação e informatização do serviço, concluída e disponível à população há um mês, pôs fim ao moroso atendimento prestado na unidade administrada pelo Estado.

Operada há 12 dias, a moradora do bairro Serraria, em Diadema, Jandira Santos Coelho, 48 anos, esperou por duas horas para receber a droga para combater sua asma. "Só consegui andar mais rápido do que os outros porque peguei senha especial", disse a usuária, que retira os remédios na farmácia há oito meses.

Na companhia da sobrinha, a aposentada Aracy Rocca, 69, chegou para retirar remédios para tratar problema de esclerose múltipla ao meio-dia e só saiu depois das 16h.

A dona-de-casa Ailda Maria da Silva, que recebe medicamento para o tratamento da filha de dez anos, chegou à unidade por volta das 15h.
Caso não desistisse do atendimento, conforme disse que estava prestes a fazer, projetava não deixar a farmácia com o remédio antes das 19h.

Só ontem, cerca de 1.100 pessoas passaram pela farmácia. Segundo a Secretaria de Estado da Saúde, a demora no atendimento foi causada por aumento de demanda.

Segundo a Pasta, a procura foi maior porque, além de ser segunda-feira, ontem também foi o primeiro dia do mês - fatores que, normalmente, contribuem para o aumento do número de pacientes na unidade.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;