Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 5 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Candidatos ao PT estadual debatem neste sábado em Santo André


Fabrício Calado Moreira
Sergio Kapustan
Do Diário do Grande ABC

10/09/2005 | 07:35


Os seis candidatos que disputam a presidência estadual do PT no dia 18 participam de debate neste sábado, às 10h, no Sindicato dos Químicos, em Santo André. O debate faz parte do PED (Processo de Eleição Direta) em que os petistas vão às urnas renovar os diretórios e executivas nas três esferas - nacional, estadual e municipal. Dos seis candidatos ao comando do PT no Estado, dois são do Grande ABC.

\r\n\r\n

Além do debate regional, os diretórios petistas de Santo André, São Bernardo e São Caetano promovem debates municipais neste fim de semana. O PED na região mobilizará aproximadamente 25 mil petistas.

\r\n\r\n

Participação - Na avaliação do coordenador do PT no Grande ABC, apesar das denúncias de corrupção contra militantes históricos do partido como Delúbio Soares, José Dirceu e José Genoino, a expectativa de comparecimento às urnas é grande. "Há uma ampla mobilização de militantes na organização de chapas. Isso demonstra que o partido tem uma história de mobilização de militantes", comenta Lacerda. "A militância se movimenta para escolher a melhor direção para restaurar o papel do partido", crê.

\r\n\r\n

O papel do partido perante as denúncias de corrupção no governo e no próprio PT devem aparecer bastante no debate deste sábado, acredita Lacerda. "A crise está no olho do furacão. Qualquer debate sobre a atual conjuntura política envolve essa questão, assim como o futuro do próprio PT", avalia.

\r\n\r\n

Foi a crise, aliás, que adiou o encontro entre os postulantes à presidência do PT estadual. O primeiro debate na região entre os seis candidatos estava previsto para acontecer em maio. Porém, as denúncias sobre a existência de um suposto mensalão começavam a aparecer, e o evento foi adiado.

\r\n
\r\n",1]);//-->

Os candidatos a presidente estadual são: Paulo Frateschi, do Campo Majoritário, que disputa a releição, Ivan Valente (São Caetano), Angélica Fernandes (Mauá), Orlando Fantazzini, Jilmar Tatto e Misa Boito. Segundo o mediador do debate e coordenador do PT na macrorregião do ABC, Hamilton Lacerda, os candidatos terão sete minutos para apresentar suas propostas. Eles deverão responder a 20 perguntas da platéia, escolhidas por sorteio.

Além do debate regional, os diretórios petistas de Santo André, São Bernardo e São Caetano promovem debates municipais neste fim de semana. O PED na região mobilizará aproximadamente 25 mil petistas.

Participação - Na avaliação do coordenador do PT no Grande ABC, apesar das denúncias de corrupção contra militantes históricos do partido como Delúbio Soares, José Dirceu e José Genoino, a expectativa de comparecimento às urnas é grande. "Há uma ampla mobilização de militantes na organização de chapas. Isso demonstra que o partido tem uma história de mobilização de militantes", comenta Lacerda. "A militância se movimenta para escolher a melhor direção para restaurar o papel do partido", crê.

O papel do partido perante as denúncias de corrupção no governo e no próprio PT devem aparecer bastante no debate deste sábado, acredita Lacerda. "A crise está no olho do furacão. Qualquer debate sobre a atual conjuntura política envolve essa questão, assim como o futuro do próprio PT", avalia.

Foi a crise, aliás, que adiou o encontro entre os postulantes à presidência do PT estadual. O primeiro debate na região entre os seis candidatos estava previsto para acontecer em maio. Porém, as denúncias sobre a existência de um suposto mensalão começavam a aparecer, e o evento foi adiado.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Candidatos ao PT estadual debatem neste sábado em Santo André

Fabrício Calado Moreira
Sergio Kapustan
Do Diário do Grande ABC

10/09/2005 | 07:35


Os seis candidatos que disputam a presidência estadual do PT no dia 18 participam de debate neste sábado, às 10h, no Sindicato dos Químicos, em Santo André. O debate faz parte do PED (Processo de Eleição Direta) em que os petistas vão às urnas renovar os diretórios e executivas nas três esferas - nacional, estadual e municipal. Dos seis candidatos ao comando do PT no Estado, dois são do Grande ABC.

\r\n\r\n

Além do debate regional, os diretórios petistas de Santo André, São Bernardo e São Caetano promovem debates municipais neste fim de semana. O PED na região mobilizará aproximadamente 25 mil petistas.

\r\n\r\n

Participação - Na avaliação do coordenador do PT no Grande ABC, apesar das denúncias de corrupção contra militantes históricos do partido como Delúbio Soares, José Dirceu e José Genoino, a expectativa de comparecimento às urnas é grande. "Há uma ampla mobilização de militantes na organização de chapas. Isso demonstra que o partido tem uma história de mobilização de militantes", comenta Lacerda. "A militância se movimenta para escolher a melhor direção para restaurar o papel do partido", crê.

\r\n\r\n

O papel do partido perante as denúncias de corrupção no governo e no próprio PT devem aparecer bastante no debate deste sábado, acredita Lacerda. "A crise está no olho do furacão. Qualquer debate sobre a atual conjuntura política envolve essa questão, assim como o futuro do próprio PT", avalia.

\r\n\r\n

Foi a crise, aliás, que adiou o encontro entre os postulantes à presidência do PT estadual. O primeiro debate na região entre os seis candidatos estava previsto para acontecer em maio. Porém, as denúncias sobre a existência de um suposto mensalão começavam a aparecer, e o evento foi adiado.

\r\n
\r\n",1]);//-->

Os candidatos a presidente estadual são: Paulo Frateschi, do Campo Majoritário, que disputa a releição, Ivan Valente (São Caetano), Angélica Fernandes (Mauá), Orlando Fantazzini, Jilmar Tatto e Misa Boito. Segundo o mediador do debate e coordenador do PT na macrorregião do ABC, Hamilton Lacerda, os candidatos terão sete minutos para apresentar suas propostas. Eles deverão responder a 20 perguntas da platéia, escolhidas por sorteio.

Além do debate regional, os diretórios petistas de Santo André, São Bernardo e São Caetano promovem debates municipais neste fim de semana. O PED na região mobilizará aproximadamente 25 mil petistas.

Participação - Na avaliação do coordenador do PT no Grande ABC, apesar das denúncias de corrupção contra militantes históricos do partido como Delúbio Soares, José Dirceu e José Genoino, a expectativa de comparecimento às urnas é grande. "Há uma ampla mobilização de militantes na organização de chapas. Isso demonstra que o partido tem uma história de mobilização de militantes", comenta Lacerda. "A militância se movimenta para escolher a melhor direção para restaurar o papel do partido", crê.

O papel do partido perante as denúncias de corrupção no governo e no próprio PT devem aparecer bastante no debate deste sábado, acredita Lacerda. "A crise está no olho do furacão. Qualquer debate sobre a atual conjuntura política envolve essa questão, assim como o futuro do próprio PT", avalia.

Foi a crise, aliás, que adiou o encontro entre os postulantes à presidência do PT estadual. O primeiro debate na região entre os seis candidatos estava previsto para acontecer em maio. Porém, as denúncias sobre a existência de um suposto mensalão começavam a aparecer, e o evento foi adiado.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;