Fechar
Publicidade

Domingo, 13 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

social@dgabc.com.br | 4435-8302

Rotary Santo André faz 70 anos


Marcela Ibelli

15/12/2019 | 07:00


Diversidade, integridade, companheirismo, serviço e liderança. Esses são valores do Rotary Club, cuja missão é unir voluntários para prestar serviços humanitários e promover a paz. Existem mais de 35 mil no mundo, com cerca de 1,3 milhão de integrantes. E o de Santo André – Centro – acaba de completar sete décadas de muito trabalho. Para comemorar, foi realizado jantar de gala com homenagens no Espaço Figueiras.

“O objetivo é reconhecer o legado dos presidentes que passaram pelo Rotary e que, inclusive, tiveram a iniciativa de criar companhia telefônica, a da Borda do Campo”, conta Márcio Moretti, que falou sobre projetos como a Casa da Esperança, o Corpo de Patrulheiros Mirins, a Apae e a Casa Ronald McDonald. “É time unido porque temos único propósito. Em 2020, vamos manter os pratos rodando, as entidades funcionando. Adianto que faremos livro para estimular o voluntariado.”

Mário César Martins de Camargo, 62 anos, do Rotary Internacional, faz parte desde os 23 e afirma que é outro ser humano desde que virou rotariano. Segundo ele, um dos desafio é atrair a juventude. “Sou prova de que um jovem bem assessorado pode fazer belos trabalhos com a comunidade. Vale a pena. Me ensinou a falar e a calar nos momentos certos e a perceber que meu problema não é o maior do mundo. Existe muito mais gente desprotegida.”

Para isso, os rotarianos reforçam o lema: pensar no outro antes deles mesmos. Inezita Awada, há 50 anos no Rotary, se emociona ao falar da importância do clube. “Meu coração e alma me conduzem. Me sinto feliz em cumprir a missão da minha vida”, diz a presidente da Feasa (Federação das Entidades Assistenciais de Santo André).

Mais história
Nesta segunda-feira, às 15h30, o grupo de balé do Clube Atlético Aramaçan, em Santo André, apresenta O Mágico de Oz no Teatro Municipal da cidade. Dirigido pelas professoras Camila Dias, Talitha dos Santos e Sílvia Sitta, o espetáculo comemora os 30 anos do corpo de baile, que é superpremiado.

Mais Natal
Segue até dia 22 a feira de artesanato temática na Vila do Doce, em Ribeirão Pires, Os chalés, com produtos de produtores locais, acontece de segunda a sexta-feira, das 13h às 19h; além de sábados e domingos, das 10h às 20h.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;