Fechar
Publicidade

Domingo, 19 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Ex-chefe da Ku Klux Klan promove livro racista em Moscou


Das Agências

17/12/2000 | 14:56


Um ex-chefe da organizaçao racista americana Ku Klux Klan está promovendo em Moscou um livro que expoe teses anti-semitas, indicou este domingo a televisao privada NTV.

David Duke, fundador da Organizaçao Nacional pró-Direitos dos Americanos Europeus, que está lançando seu livro ``A supremacia final: um exame da questao judia'', disse ao canal que ``nao odeia os outros povos''.

``Nao odeio as outras raças, mas sim amo profundamente e aprecio nossa cultura européia'', afirmou.

Na página de sua organizaçao na Internet, Duke elogia a Rússia como ``reduto da raça branca'', e quer fazer desse país o primeiro elo de uma corrente de ``tomada de consciência racial'' através do mundo.

``O povo russo também tem um grande conhecimento da potência do sionismo internacional e do papel dominante dos judeus na orquestraçao da imigraçao e o multiculturalismo que minam o Ocidente'', declarou.

Defensores dos direitos humanos na Rússia, como o jurista Serguei Kovaliov, protestaram contra a visita e as idéias de David Duke. ``O ódio racial está se generalizando em nossa sociedade, como mostra esse convite ao Duke'', declarou Kovaliov.

Em uma visita à Rússia, em agosto passado, David Duke entrevistou-se com o notório ultradireitista Albert Makashov, e com Alexander Parakhanov, diretor de um jornal anti-semita, Zavtra (Manha).

Na ocasiao, Duke fez um discurso e defendeu uma ``Mae Rússia forte, livre e sempre branca''.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Ex-chefe da Ku Klux Klan promove livro racista em Moscou

Das Agências

17/12/2000 | 14:56


Um ex-chefe da organizaçao racista americana Ku Klux Klan está promovendo em Moscou um livro que expoe teses anti-semitas, indicou este domingo a televisao privada NTV.

David Duke, fundador da Organizaçao Nacional pró-Direitos dos Americanos Europeus, que está lançando seu livro ``A supremacia final: um exame da questao judia'', disse ao canal que ``nao odeia os outros povos''.

``Nao odeio as outras raças, mas sim amo profundamente e aprecio nossa cultura européia'', afirmou.

Na página de sua organizaçao na Internet, Duke elogia a Rússia como ``reduto da raça branca'', e quer fazer desse país o primeiro elo de uma corrente de ``tomada de consciência racial'' através do mundo.

``O povo russo também tem um grande conhecimento da potência do sionismo internacional e do papel dominante dos judeus na orquestraçao da imigraçao e o multiculturalismo que minam o Ocidente'', declarou.

Defensores dos direitos humanos na Rússia, como o jurista Serguei Kovaliov, protestaram contra a visita e as idéias de David Duke. ``O ódio racial está se generalizando em nossa sociedade, como mostra esse convite ao Duke'', declarou Kovaliov.

Em uma visita à Rússia, em agosto passado, David Duke entrevistou-se com o notório ultradireitista Albert Makashov, e com Alexander Parakhanov, diretor de um jornal anti-semita, Zavtra (Manha).

Na ocasiao, Duke fez um discurso e defendeu uma ``Mae Rússia forte, livre e sempre branca''.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;