Fechar
Publicidade

Sábado, 11 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Jovem mata a namorada e é solto após pagar R$ 300 de fiança


Do Diário OnLine

04/11/2002 | 11:04


Um jovem matou na noite de sábado a namorada no bairro Cabula, em Salvador, e foi liberado após pagar uma fiança de R$ 300. O caso revoltou os familiares da estudante Arilma Cavalcante Peixoto, 22 anos, que antes de receber o tiro fatal ainda foi golpeada na cabeça.

Milton Lima Oliveira foi preso junto com um amigo quando levou a estudante já morta a um hospital da capital baiana. Ele tinha marcas de uma unhada nas costas, indicando uma possível luta com a vítima antes do crime.

O delegado Luís Eduardo Flores de Almeida, plantonista do 13º Distrito Policial, não lavrou auto de prisão em flagrante contra o acusado. Milton alegou que o tiro foi acidental.

A família de Arilma, que mora na cidade de São Felipe, diz que o namorado da estudante estava envolvido com o tráfico de drogas.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Jovem mata a namorada e é solto após pagar R$ 300 de fiança

Do Diário OnLine

04/11/2002 | 11:04


Um jovem matou na noite de sábado a namorada no bairro Cabula, em Salvador, e foi liberado após pagar uma fiança de R$ 300. O caso revoltou os familiares da estudante Arilma Cavalcante Peixoto, 22 anos, que antes de receber o tiro fatal ainda foi golpeada na cabeça.

Milton Lima Oliveira foi preso junto com um amigo quando levou a estudante já morta a um hospital da capital baiana. Ele tinha marcas de uma unhada nas costas, indicando uma possível luta com a vítima antes do crime.

O delegado Luís Eduardo Flores de Almeida, plantonista do 13º Distrito Policial, não lavrou auto de prisão em flagrante contra o acusado. Milton alegou que o tiro foi acidental.

A família de Arilma, que mora na cidade de São Felipe, diz que o namorado da estudante estava envolvido com o tráfico de drogas.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;