Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 1 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Tribunal da China ordena liberação de navio japonês



24/04/2014 | 01:37


O Tribunal Marítimo de Xangai liberou nesta quinta-feira uma embarcação japonesa após a Mitsui O.S.K. Lines pagar mais de US$ 28 milhões envolvendo uma disputa que remonta ao período de guerra dos anos 1930.

O Baosteel Emotion, pertencente à Mitsui, foi apreendido no sábado após a empresa não pagar as compensações determinadas em um processo anterior. A Mitsui foi processada por perder duas embarcações chinesas nos anos 1930.

A decisão ocorre em um momento de tensão nas relações entre Pequim e Tóquio sobre a soberania de um conjunto de ilhas no Mar do Leste da China.

O Ministério de Relações Exteriores disse que essa é uma disputa corporativo e não está relacionada a compensações de guerra. Fonte: Associated Press.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Tribunal da China ordena liberação de navio japonês


24/04/2014 | 01:37


O Tribunal Marítimo de Xangai liberou nesta quinta-feira uma embarcação japonesa após a Mitsui O.S.K. Lines pagar mais de US$ 28 milhões envolvendo uma disputa que remonta ao período de guerra dos anos 1930.

O Baosteel Emotion, pertencente à Mitsui, foi apreendido no sábado após a empresa não pagar as compensações determinadas em um processo anterior. A Mitsui foi processada por perder duas embarcações chinesas nos anos 1930.

A decisão ocorre em um momento de tensão nas relações entre Pequim e Tóquio sobre a soberania de um conjunto de ilhas no Mar do Leste da China.

O Ministério de Relações Exteriores disse que essa é uma disputa corporativo e não está relacionada a compensações de guerra. Fonte: Associated Press.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;