Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 20 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Fila para transplante de córnea cai 40% no Estado de SP


Das Agências

05/09/2006 | 16:17


A fila para transplante de córneas no Estado de São Paulo caiu 40,5% nos últimos três anos, segundo balanço da Secretaria de Estado da Saúde. A Central de Transplantes encerrou o mês de agosto com 3.129 pacientes na lista de espera pelo tecido. No mesmo período de 2003, eram 5.265 inscritos.

O resultado é fruto do aumento na captação de córneas e, conseqüentemente, dos transplantes realizados. De janeiro a agosto deste ano foram feitas 3.492 cirurgias no Estado, 13% a mais do que no mesmo período de 2005, quando houve 3.098 transplantes, e 56% superior as 2.237 operações realizadas entre janeiro e agosto de 2004.

Também houve aumento no número de transplantes de órgãos no Estado. De janeiro a agosto foram realizadas 750 cirurgias, 9% a mais do que no mesmo período de 2005, com 686 transplantes.

O universo de potenciais doadores de órgãos é menor que o de córneas, já que a retirada de um órgão para transplante só pode ocorrer com o coração do paciente ainda batendo após a morte encefálica. Já as córneas podem ser aproveitadas mesmo após a parada cardíaca do doador.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Fila para transplante de córnea cai 40% no Estado de SP

Das Agências

05/09/2006 | 16:17


A fila para transplante de córneas no Estado de São Paulo caiu 40,5% nos últimos três anos, segundo balanço da Secretaria de Estado da Saúde. A Central de Transplantes encerrou o mês de agosto com 3.129 pacientes na lista de espera pelo tecido. No mesmo período de 2003, eram 5.265 inscritos.

O resultado é fruto do aumento na captação de córneas e, conseqüentemente, dos transplantes realizados. De janeiro a agosto deste ano foram feitas 3.492 cirurgias no Estado, 13% a mais do que no mesmo período de 2005, quando houve 3.098 transplantes, e 56% superior as 2.237 operações realizadas entre janeiro e agosto de 2004.

Também houve aumento no número de transplantes de órgãos no Estado. De janeiro a agosto foram realizadas 750 cirurgias, 9% a mais do que no mesmo período de 2005, com 686 transplantes.

O universo de potenciais doadores de órgãos é menor que o de córneas, já que a retirada de um órgão para transplante só pode ocorrer com o coração do paciente ainda batendo após a morte encefálica. Já as córneas podem ser aproveitadas mesmo após a parada cardíaca do doador.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;