Internacional

Trump adverte Irã a não matar manifestantes e alerta que 'EUA estão observando'


O presidente dos EUA, Donald Trump, advertiu o Irã na manhã deste domingo a não matar seus manifestantes. "Pare de matar seu grande povo iraniano!", disse em sua conta no Twitter.

No tuíte direcionado "aos líderes do Irã", o presidente americano afirmou que centenas de pessoas já foram mortas ou estão presas pelo governo iraniano. "O mundo está observando, e mais importante, os Estados Unidos estão observando", ameaçou.

Trump ainda reivindicou que o governo iraniano libere o acesso à internet e permita que jornalistas circulem livremente pelo seu território.

O país persa registra protestos contra o governo desde sábado, quando autoridades admitiram que a Guarda Revolucionária foi a responsável pela queda de um avião ucraniano que provocou a morte de 176 pessoas na última quarta-feira. Teerã afirmou que o abate do avião foi acidental.

Comentários


Veja Também


Voltar