Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 17 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Seleção é vaiada em treino e Felipão pode mudar tática


Edélcio Cândido
Do Diário do Grande ABC
Com Agências

04/10/2001 | 00:13


  O técnico Luiz Felipe Scolari ainda continua inseguro à frente da Seleção Brasileira e apenas nesta quinta deve anunciar a definição do esquema tático e a formação da equipe que encara o Chile, domingo à tarde, no estádio Couto Pereira, em Curitiba, pelas eliminatórias sul-americanas.

Justamente por isso, recebeu vaias da torcida no treino desta quarta. Pelo menos dez mil torcedores, muitos com bandeiras e faixas, segundo a Polícia Militar, foram ao estádio do Pinheirão prestigiar o selecionado.

Felipão gritou muito, fez mudanças e experiências no coletivo. Ele começou com o esquema 3-5-2 e depois passou pelo 4-4-2, com Juninho Paulista em lugar de Juan. Irritado com alguns repórteres, antes mesmo do coletivo, o treinador disse que não levaria todos os jogadores para entrevistas. “Serão apenas cinco, cinco e nada mais”, avisou.

Marcos; Juan, Edmílson e Lúcio; Cafu, Roberto Carlos, Emerson, Vampeta e Rivaldo; Élber e Denílson. Esta pode ser a formação inicial, mas ninguém assegura que Felipão comece a partida com esse grupo.

No jogo-treino, o Brasil empatou por 2 a 2 e no final alguns jogadores saíram vaiados. “O Rivaldo nunca joga bem na seleção”, disse um torcedor gaúcho. Mas o goleiro Marcos fez grandes defesas. Ronaldinho no lugar de Denílson e Belletti na vaga de Cafu foram mudanças de Felipão no segundo tempo do treino. Cada torcedor entrou no estádio por meio de um ingresso trocado por um quilo de alimento não-perecível.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;