Fechar
Publicidade

Sábado, 14 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Alemanha deve começar a reduzir dívida federal até 2016



08/04/2013 | 04:37


O ministro de Economia alemão, Philipp Rösler, disse em uma entrevista publicada nesta segunda-feira que o governo pretende começar a reduzir a dívida federal até 2016.

"Já em 2015 nós queremos um orçamento sem novos endividamentos", disse Rösler ao diário Rheinische Post. "O objetivo político deve ser de começar a pagar a

dívida federal até 2016, pela primeira vez em 50 anos", disse ele.

No mês passado, o governo aprovou o primeiro projeto de orçamento para 2014, que diminui o endividamento líquido federal para 6,4 bilhões de euros, de 17,1 bilhões de euros destinados para este ano. O gabinete também aprovou o plano fiscal de médio prazo até 2017. O governo espera um orçamento equilibrado até 2015. Para 2016, ele prevê um superávit de 5,0 bilhões de euros e, para 2017, um superávit de 9,4 bilhões de euros. As informações são da Market News International.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Alemanha deve começar a reduzir dívida federal até 2016


08/04/2013 | 04:37


O ministro de Economia alemão, Philipp Rösler, disse em uma entrevista publicada nesta segunda-feira que o governo pretende começar a reduzir a dívida federal até 2016.

"Já em 2015 nós queremos um orçamento sem novos endividamentos", disse Rösler ao diário Rheinische Post. "O objetivo político deve ser de começar a pagar a

dívida federal até 2016, pela primeira vez em 50 anos", disse ele.

No mês passado, o governo aprovou o primeiro projeto de orçamento para 2014, que diminui o endividamento líquido federal para 6,4 bilhões de euros, de 17,1 bilhões de euros destinados para este ano. O gabinete também aprovou o plano fiscal de médio prazo até 2017. O governo espera um orçamento equilibrado até 2015. Para 2016, ele prevê um superávit de 5,0 bilhões de euros e, para 2017, um superávit de 9,4 bilhões de euros. As informações são da Market News International.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;