Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 21 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Futebol atrai mais no Interior Paulista

Enquanto a média de público nos clássicos do futebol paulista caiu cerca de 20% de 2012 para 2013, os jogos envolvendo apenas times do Interior tivera


Wilson Marini

20/05/2013 | 00:00


Enquanto a média de público nos clássicos do futebol paulista caiu cerca de 20% de 2012 para 2013, os jogos envolvendo apenas times do Interior tiveram um aumento de público de também cerca de 20% no mesmo período, segundo estudo realizado pelo consultor Bruno Luiz Cosenza, da Trevisan Gestão do Esporte, divulgado esta semana. Assim, a média de público nos jogos da primeira fase do Campeonato Paulista subiu de 5.201 pagantes em 2012 para 5.743 este ano, um aumento de 9,43%, em boa parte graças a jogos no Interior. A pesquisa compara os desempenhos dos índices de público nos dois grupos (nos clássicos e entre times do Interior). Em números absolutos, evidentemente os clássicos continuam atraindo maior quantidade de torcedores - média de 19.385 pagantes, contra 2.484 no Interior. Não deixa de ser significativa, porém, a conclusão: os estádios estão ficando "mais lotados" no Interior e "mais vazios" nos clássicos.

Valor das parcerias locais

O público total de jogos envolvendo os grandes clubes foi de 792.397 pagantes, o que representa 73% do total do campeonato. Já as disputas apenas entre os times do Interior atraíram 298.073 pagantes, ou 27% do total. Um dos destaques de público fora da capital é o São Bernardo que, com média de 10.009 pagantes, impactou fortemente o aumento percentual registrado nos jogos dos clubes do Interior. "O clube apresentou resultado muito acima devido às parcerias que realizou com empresários da cidade", explica o consultor. Botafogo (Ribeirão Preto) e Ponta Preta (Campinas) também se destacaram com média de público superior a 5.000 pagantes.

Cartório virtual

A Arisp (Associação dos Registradores do Estado de São Paulo), em conjunto com o Tribunal de Justiça, lançará dia 24, em São Paulo, o portal www.registradores.org.br, que integrará todos os cartórios de Registros de Imóveis do Estado em uma única plataforma. Com isso, o público poderá obter informações e solicitar serviços como registro eletrônico (encaminhamento de títulos para registro), certidões, buscas e visualização da matrícula de um imóvel sem que seja preciso se deslocar até o cartório local.

Cartório virtual (2)

Os organizadores prometem agilidade no sistema. Ao solicitar uma certidão de matrícula pelo portal, o requerente a receberá em até duas horas úteis. Se optar pelo correio, haverá apenas com o custo adicional do serviço postal. O prazo para registro de escrituras e contratos eletrônicos também é reduzido: 5 dias. A ferramenta digital também disponibilizará o monitoramento dos registros de matrícula - caso haja qualquer alteração na situação do imóvel, o proprietário é avisado imediatamente. Detalhe: o encaminhamento de títulos eletrônicos para registro só podem ser realizados no horário de funcionamento dos cartórios no Estado de São Paulo, que é das 9 às 16h. Os demais serviços são disponibilizados 24 horas, pela internet.

Violência preocupa

O Instituto Sou da Paz divulgou estudo segundo o qual no primeiro trimestre de 2013 foi possível observar um aumento geral no número de ocorrências de crimes violentos tanto na Capital quanto nas demais regiões do Estado. A conclusão se baseia em dados oficiais da Secretaria de Segurança Pública. Na comparação entre as ocorrências registradas de cada crime que compõe a categoria "Crime Violento" para o primeiro trimestre de 2013 em relação às registradas no mesmo período do ano anterior (2012), é possível observar aumento nos seis itens. Os crimes que apresentam variação mais acentuada são o de extorsão mediante sequestro (31,25%) e latrocínio (23,17%).

No Interior

O órgão enfatiza que o aumento do crime de extorsão mediante sequestro para o Estado foi amplamente influenciado pelos dados da Grande São Paulo e Capital. Houve redução no número de ocorrências desse tipo registradas no Interior como um todo. Já os dados de latrocínio registrados na Grande São Paulo e Interior praticamente não sofreram alterações, ao passo que na Capital foi registrado o maior número de ocorrências para o primeiro trimestre desde 2003, o que influenciou os números para o Estado. "O aumento identificado para os latrocínios no Estado demonstra ser este um problema localizado na Capital", diz o estudo. Os homicídios dolosos cresceram mais na Capital do que no Interior e Grande São Paulo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Futebol atrai mais no Interior Paulista

Enquanto a média de público nos clássicos do futebol paulista caiu cerca de 20% de 2012 para 2013, os jogos envolvendo apenas times do Interior tivera

Wilson Marini

20/05/2013 | 00:00


Enquanto a média de público nos clássicos do futebol paulista caiu cerca de 20% de 2012 para 2013, os jogos envolvendo apenas times do Interior tiveram um aumento de público de também cerca de 20% no mesmo período, segundo estudo realizado pelo consultor Bruno Luiz Cosenza, da Trevisan Gestão do Esporte, divulgado esta semana. Assim, a média de público nos jogos da primeira fase do Campeonato Paulista subiu de 5.201 pagantes em 2012 para 5.743 este ano, um aumento de 9,43%, em boa parte graças a jogos no Interior. A pesquisa compara os desempenhos dos índices de público nos dois grupos (nos clássicos e entre times do Interior). Em números absolutos, evidentemente os clássicos continuam atraindo maior quantidade de torcedores - média de 19.385 pagantes, contra 2.484 no Interior. Não deixa de ser significativa, porém, a conclusão: os estádios estão ficando "mais lotados" no Interior e "mais vazios" nos clássicos.

Valor das parcerias locais

O público total de jogos envolvendo os grandes clubes foi de 792.397 pagantes, o que representa 73% do total do campeonato. Já as disputas apenas entre os times do Interior atraíram 298.073 pagantes, ou 27% do total. Um dos destaques de público fora da capital é o São Bernardo que, com média de 10.009 pagantes, impactou fortemente o aumento percentual registrado nos jogos dos clubes do Interior. "O clube apresentou resultado muito acima devido às parcerias que realizou com empresários da cidade", explica o consultor. Botafogo (Ribeirão Preto) e Ponta Preta (Campinas) também se destacaram com média de público superior a 5.000 pagantes.

Cartório virtual

A Arisp (Associação dos Registradores do Estado de São Paulo), em conjunto com o Tribunal de Justiça, lançará dia 24, em São Paulo, o portal www.registradores.org.br, que integrará todos os cartórios de Registros de Imóveis do Estado em uma única plataforma. Com isso, o público poderá obter informações e solicitar serviços como registro eletrônico (encaminhamento de títulos para registro), certidões, buscas e visualização da matrícula de um imóvel sem que seja preciso se deslocar até o cartório local.

Cartório virtual (2)

Os organizadores prometem agilidade no sistema. Ao solicitar uma certidão de matrícula pelo portal, o requerente a receberá em até duas horas úteis. Se optar pelo correio, haverá apenas com o custo adicional do serviço postal. O prazo para registro de escrituras e contratos eletrônicos também é reduzido: 5 dias. A ferramenta digital também disponibilizará o monitoramento dos registros de matrícula - caso haja qualquer alteração na situação do imóvel, o proprietário é avisado imediatamente. Detalhe: o encaminhamento de títulos eletrônicos para registro só podem ser realizados no horário de funcionamento dos cartórios no Estado de São Paulo, que é das 9 às 16h. Os demais serviços são disponibilizados 24 horas, pela internet.

Violência preocupa

O Instituto Sou da Paz divulgou estudo segundo o qual no primeiro trimestre de 2013 foi possível observar um aumento geral no número de ocorrências de crimes violentos tanto na Capital quanto nas demais regiões do Estado. A conclusão se baseia em dados oficiais da Secretaria de Segurança Pública. Na comparação entre as ocorrências registradas de cada crime que compõe a categoria "Crime Violento" para o primeiro trimestre de 2013 em relação às registradas no mesmo período do ano anterior (2012), é possível observar aumento nos seis itens. Os crimes que apresentam variação mais acentuada são o de extorsão mediante sequestro (31,25%) e latrocínio (23,17%).

No Interior

O órgão enfatiza que o aumento do crime de extorsão mediante sequestro para o Estado foi amplamente influenciado pelos dados da Grande São Paulo e Capital. Houve redução no número de ocorrências desse tipo registradas no Interior como um todo. Já os dados de latrocínio registrados na Grande São Paulo e Interior praticamente não sofreram alterações, ao passo que na Capital foi registrado o maior número de ocorrências para o primeiro trimestre desde 2003, o que influenciou os números para o Estado. "O aumento identificado para os latrocínios no Estado demonstra ser este um problema localizado na Capital", diz o estudo. Os homicídios dolosos cresceram mais na Capital do que no Interior e Grande São Paulo.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;