Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 24 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Entre encher o estômago ou pedir votos

O prefeito de Mauá, Oswaldo Dias (PT), deve ter passado maus bocados ontem, no início da tarde


Do Diário do Grande ABC

17/08/2010 | 00:00


O prefeito de Mauá, Oswaldo Dias (PT), deve ter passado maus bocados ontem, no início da tarde. É que o petista fez questão de ciceronear o candidato da legenda ao governo do Estado, Aloizio Mercadante, durante suas andanças pelo Centro da cidade, com os tradicionais tapinhas nas costas dos eleitores e dos famosos beijinhos nos filhos dos munícipes, que às vezes passam sem entender o que está acontecendo. Pois bem. O prefeito chegou e ficou uma hora e quinze minutos do precioso tempo que poderia ser destinado à alguma ação em favor da cidade para pedir votos ao colega de legenda. Pouco antes de deixar a comitiva, Oswaldo foi questionado se a ação era correta, já que, em tese, estaria em horário de expediente. Sem titubear, o prefeito de Mauá respondeu que naquele momento estava em horário de almoço, desculpa clássica de todo agente público quando resolve misturar o cargo público com a política. Pelo visto, ele deve ter chegado em casa à noite com uma fome de leão, já que não sobrou tempo para almoçar...

O holofote é meu
Por falar no corpo a corpo petista em Mauá, chamou atenção a disputa entre dois ex-aliados e atuais adversários pelo melhor ângulo ao lado de Mercadante: o deputado estadual Donisete Braga (PT), que disputa a reeleição e o ex-vice-prefeito Márcio Chaves (PT), que também pleiteia vaga na Assembleia. Quem viu, disse que os dois tentavam a todo custo estar próximo do governável. Para tentar sair da saia justa, Mercadante respondeu: "Todos fazem parte da mesma chapa, do mesmo projeto, e um está ajudando o outro. Os votos se somam". Então tá.

Lula aqui
A direção estadual do PT fechou ontem agenda para o presidente Lula e a presidenciável Dilma Rousseff no Grande ABC. A ideia dos dirigentes é realizar quatro comícios em Santo André, São Bernardo, Mauá e Diadema na manhã de sábado, com presença maciça de militantes petistas e carros de som. O presidente também deve voltar às reuniões na porta de fábricas, como fazia quando era presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, na década de 1980. A direção planeja visita de Lula na Mercedes na madrugada de segunda-feira. A agenda ainda passará pelo crivo de Lula.

Peemedebista em alta
A deputada estadual Vanessa Damo (PMDB-Mauá), que disputa a reeleição, conseguiu mostrar força política durante o lançamento de sua candidatura, no sábado à noite, em um clube da cidade. O ato reuniu cerca de 5.000 pessoas e diversas autoridades, como o governador Alberto Goldman (PSDB), o candidato tucano ao Senado, Aloysio Nunes Ferreira e o presidente nacional do PPS, o deputado federal Roberto Freire. Emocionada, Vanessa agradeceu muito ao seu pai, o ex-prefeito Leonel Damo (sem partido), por ter incentivado sua entrada no meio político.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Entre encher o estômago ou pedir votos

O prefeito de Mauá, Oswaldo Dias (PT), deve ter passado maus bocados ontem, no início da tarde

Do Diário do Grande ABC

17/08/2010 | 00:00


O prefeito de Mauá, Oswaldo Dias (PT), deve ter passado maus bocados ontem, no início da tarde. É que o petista fez questão de ciceronear o candidato da legenda ao governo do Estado, Aloizio Mercadante, durante suas andanças pelo Centro da cidade, com os tradicionais tapinhas nas costas dos eleitores e dos famosos beijinhos nos filhos dos munícipes, que às vezes passam sem entender o que está acontecendo. Pois bem. O prefeito chegou e ficou uma hora e quinze minutos do precioso tempo que poderia ser destinado à alguma ação em favor da cidade para pedir votos ao colega de legenda. Pouco antes de deixar a comitiva, Oswaldo foi questionado se a ação era correta, já que, em tese, estaria em horário de expediente. Sem titubear, o prefeito de Mauá respondeu que naquele momento estava em horário de almoço, desculpa clássica de todo agente público quando resolve misturar o cargo público com a política. Pelo visto, ele deve ter chegado em casa à noite com uma fome de leão, já que não sobrou tempo para almoçar...

O holofote é meu
Por falar no corpo a corpo petista em Mauá, chamou atenção a disputa entre dois ex-aliados e atuais adversários pelo melhor ângulo ao lado de Mercadante: o deputado estadual Donisete Braga (PT), que disputa a reeleição e o ex-vice-prefeito Márcio Chaves (PT), que também pleiteia vaga na Assembleia. Quem viu, disse que os dois tentavam a todo custo estar próximo do governável. Para tentar sair da saia justa, Mercadante respondeu: "Todos fazem parte da mesma chapa, do mesmo projeto, e um está ajudando o outro. Os votos se somam". Então tá.

Lula aqui
A direção estadual do PT fechou ontem agenda para o presidente Lula e a presidenciável Dilma Rousseff no Grande ABC. A ideia dos dirigentes é realizar quatro comícios em Santo André, São Bernardo, Mauá e Diadema na manhã de sábado, com presença maciça de militantes petistas e carros de som. O presidente também deve voltar às reuniões na porta de fábricas, como fazia quando era presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, na década de 1980. A direção planeja visita de Lula na Mercedes na madrugada de segunda-feira. A agenda ainda passará pelo crivo de Lula.

Peemedebista em alta
A deputada estadual Vanessa Damo (PMDB-Mauá), que disputa a reeleição, conseguiu mostrar força política durante o lançamento de sua candidatura, no sábado à noite, em um clube da cidade. O ato reuniu cerca de 5.000 pessoas e diversas autoridades, como o governador Alberto Goldman (PSDB), o candidato tucano ao Senado, Aloysio Nunes Ferreira e o presidente nacional do PPS, o deputado federal Roberto Freire. Emocionada, Vanessa agradeceu muito ao seu pai, o ex-prefeito Leonel Damo (sem partido), por ter incentivado sua entrada no meio político.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;