Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 13 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Começou com festa

A possibilidade de candidatura do prefeito de São Bernardo, Luiz Marinho (PT), ao governo do Estado em 2014 está ganhando contornos e pode se tornar real


Beto Silva
Do Diário do Grande ABC

29/05/2013 | 07:00


A possibilidade de candidatura do prefeito de São Bernardo, Luiz Marinho (PT), ao governo do Estado em 2014 está ganhando contornos e pode se tornar real, ao contrário do que o petista propagava até pouco tempo. No sábado, o chefe do Executivo comemorou 54 anos, completados no dia 20, em concorrido evento realizado num sítio no Riacho Grande. Quem passou por lá pôde constatar o prestígio de Marinho. A começar pela presença de dois ministros, um deles José Eduardo Cardozo (Justiça). Há quem diga que 20 prefeitos de cidades paulistas também passaram por lá. Uma fonte próxima ao petista garante que foi o pontapé inicial da campanha rumo ao Palácio dos Bandeirantes. Em sua fala durante a comemoração, soltou um indício importante. Disse que ali poderia estar o cabeça da chapa do partido na disputa por São Paulo no ano que vem. Tentou jogar a bola para Cardozo, que logo a devolveu, apontando o dedo indicador em sua direção. Acrescente-se a esse cenário a presença nas plenárias do PPA (Plano Plurianual) Participativo de prefeitos de Franco da Rocha, Joanópolis, Ibiúna, Bragança Paulista, Leme, Colatina (ES), Pedreira, Canoas (RS), São José dos Campos, Charqueada, Brodowski, Paulínia, Ubatuba, Guairá (PR), Cachoeira Paulista e Santo Antônio do Pinhal. A maioria Marinho ajudou na campanha de 2012. É a hora da retribuição. A estrutura político-partidária para a empreitada estadual está sendo armada. A posição de Lula será fundamental para a definição. Enquanto isso, festa!

Obstáculo

O próximo passo de Marinho para ter certeza de que pretende se candidatar ao governo do Estado é convencer o vice, Frank Aguiar (está de saída do PTB), a ficar apenas dois anos no Paço, sem buscar a reeleição em 2016.

Pedidos

O vereador Manoel Lopes (DEM) aproveitou a visita do governador Geraldo Alckmin (PSDB) ao Grande ABC na segunda-feira para reivindicar implantação do programa Oficinas Culturais para Mauá e coberturas das quadras poliesportivas para várias escolas estaduais do município.

Sugestão

Vereador do PV de Diadema, Lúcio Araújo sugere aos mensaleiros petistas que contratem o advogado do secretário de Saúde, José Augusto (PSDB), absolvido do processo que respondia por improbidade administrativa. O tucano, quando foi prefeito (1989 a 1992), abriu concurso público para contratar médicos, se inscreveu e passou. Sua mulher, Maridite, e a então secretária de Educação, Arabela Fonseca, também foram aprovadas na seleção, que o Ministério Público investigou.

Leva sal grosso

Cacá Vianna deixou a assessoria especial do prefeito de Diadema, Lauro Michels (PV), para comandar a Secretaria de Comunicação. Ele ficava na antessala do gabinete do verde. No meio político, esse espaço é considerado ‘amaldiçoado’, porque o dono não tem sorte e logo cai. Comenta-se que o secretário de Assuntos Jurídicos, Fernando Moreira Machado, ficará no local no lugar de Cacá. E adivinhe? Já especulam-se nomes para substituí-lo. Roberto da Silva Oliveira, presidente do Ipred na gestão Mário Reali (PT), tem sido ventilado. Será?

Pressão

O vereador de Santo André Luiz Zacarias (PTB) recolhe adesões em abaixo-assinado para pressionar o governo Carlos Grana (PT) a contratar médicos. O petebista diz que tem 3.000 rubricas de apoio e vai protocolar indicação ao chefe do Executivo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Começou com festa

A possibilidade de candidatura do prefeito de São Bernardo, Luiz Marinho (PT), ao governo do Estado em 2014 está ganhando contornos e pode se tornar real

Beto Silva
Do Diário do Grande ABC

29/05/2013 | 07:00


A possibilidade de candidatura do prefeito de São Bernardo, Luiz Marinho (PT), ao governo do Estado em 2014 está ganhando contornos e pode se tornar real, ao contrário do que o petista propagava até pouco tempo. No sábado, o chefe do Executivo comemorou 54 anos, completados no dia 20, em concorrido evento realizado num sítio no Riacho Grande. Quem passou por lá pôde constatar o prestígio de Marinho. A começar pela presença de dois ministros, um deles José Eduardo Cardozo (Justiça). Há quem diga que 20 prefeitos de cidades paulistas também passaram por lá. Uma fonte próxima ao petista garante que foi o pontapé inicial da campanha rumo ao Palácio dos Bandeirantes. Em sua fala durante a comemoração, soltou um indício importante. Disse que ali poderia estar o cabeça da chapa do partido na disputa por São Paulo no ano que vem. Tentou jogar a bola para Cardozo, que logo a devolveu, apontando o dedo indicador em sua direção. Acrescente-se a esse cenário a presença nas plenárias do PPA (Plano Plurianual) Participativo de prefeitos de Franco da Rocha, Joanópolis, Ibiúna, Bragança Paulista, Leme, Colatina (ES), Pedreira, Canoas (RS), São José dos Campos, Charqueada, Brodowski, Paulínia, Ubatuba, Guairá (PR), Cachoeira Paulista e Santo Antônio do Pinhal. A maioria Marinho ajudou na campanha de 2012. É a hora da retribuição. A estrutura político-partidária para a empreitada estadual está sendo armada. A posição de Lula será fundamental para a definição. Enquanto isso, festa!

Obstáculo

O próximo passo de Marinho para ter certeza de que pretende se candidatar ao governo do Estado é convencer o vice, Frank Aguiar (está de saída do PTB), a ficar apenas dois anos no Paço, sem buscar a reeleição em 2016.

Pedidos

O vereador Manoel Lopes (DEM) aproveitou a visita do governador Geraldo Alckmin (PSDB) ao Grande ABC na segunda-feira para reivindicar implantação do programa Oficinas Culturais para Mauá e coberturas das quadras poliesportivas para várias escolas estaduais do município.

Sugestão

Vereador do PV de Diadema, Lúcio Araújo sugere aos mensaleiros petistas que contratem o advogado do secretário de Saúde, José Augusto (PSDB), absolvido do processo que respondia por improbidade administrativa. O tucano, quando foi prefeito (1989 a 1992), abriu concurso público para contratar médicos, se inscreveu e passou. Sua mulher, Maridite, e a então secretária de Educação, Arabela Fonseca, também foram aprovadas na seleção, que o Ministério Público investigou.

Leva sal grosso

Cacá Vianna deixou a assessoria especial do prefeito de Diadema, Lauro Michels (PV), para comandar a Secretaria de Comunicação. Ele ficava na antessala do gabinete do verde. No meio político, esse espaço é considerado ‘amaldiçoado’, porque o dono não tem sorte e logo cai. Comenta-se que o secretário de Assuntos Jurídicos, Fernando Moreira Machado, ficará no local no lugar de Cacá. E adivinhe? Já especulam-se nomes para substituí-lo. Roberto da Silva Oliveira, presidente do Ipred na gestão Mário Reali (PT), tem sido ventilado. Será?

Pressão

O vereador de Santo André Luiz Zacarias (PTB) recolhe adesões em abaixo-assinado para pressionar o governo Carlos Grana (PT) a contratar médicos. O petebista diz que tem 3.000 rubricas de apoio e vai protocolar indicação ao chefe do Executivo.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;