Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 28 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Acidentes de trabalho causam 1 mihao de mortes por ano


Do Diário do Grande ABC

11/04/1999 | 15:09


A cada ano ocorrem mais de um milhao de mortes relacionadas com o trabalho, enquanto que centenas de milhoes de trabalhadores em todo o mundo sao vítimas de acidentes e estao expostos a produtos perigosos, segundo a Organizaçao Internacional do Trabalho (OIT).

Em um comunicado publicado este domingo pela agência das Naçoes Unidas sediada em Genebra, na véspera do Congresso mundial sobre a saúde e a segurança do trabalho em Sao Paulo (Brasil), se informa que 250 milhoes de acidentes profissionais anuais implicam baixas de trabalho, "o equivalente a cerca de 685 mil acidentes por dia".

Em média, três mil pessoas morrem diariamente "por causa do trabalho"', ou seja, duas por minuto.

Um quarto das mortes implica trabalhadores expostos a substâncias perigosas que produzem graves enfermidades, como o câncer ou problemas cardiovasculares, respiratórios ou nervosos. O amianto, por exemplo, é responsável pela morte de 10 mil trabalhadores por ano, segundo a OIT.

Doze milhoes de acidentes profissionais implicam crianças trabalhadoras. Deles, uma média de 12 mil é mortal. Segundo o cômputo da OIT, o índice de mortes de origem profissional nos países industrializados desenvolvidos representa a metade do que se registra na Europa Central e do Leste, na China e na India.

Em alguns países da América Latina e do Caribe, esses índices sao mais elevados e no Oriente Médio (exceçao de China e India), eqüivalem a quatro vezes os dos países industrializados. O número de mortes relacionadas com o trabalho supera a média atual de mortes em rodovias (990 mil), em conflitos a armados (502 mil), por violência (563 mil) e pela Aids (312 mil), afirma a OIT.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Acidentes de trabalho causam 1 mihao de mortes por ano

Do Diário do Grande ABC

11/04/1999 | 15:09


A cada ano ocorrem mais de um milhao de mortes relacionadas com o trabalho, enquanto que centenas de milhoes de trabalhadores em todo o mundo sao vítimas de acidentes e estao expostos a produtos perigosos, segundo a Organizaçao Internacional do Trabalho (OIT).

Em um comunicado publicado este domingo pela agência das Naçoes Unidas sediada em Genebra, na véspera do Congresso mundial sobre a saúde e a segurança do trabalho em Sao Paulo (Brasil), se informa que 250 milhoes de acidentes profissionais anuais implicam baixas de trabalho, "o equivalente a cerca de 685 mil acidentes por dia".

Em média, três mil pessoas morrem diariamente "por causa do trabalho"', ou seja, duas por minuto.

Um quarto das mortes implica trabalhadores expostos a substâncias perigosas que produzem graves enfermidades, como o câncer ou problemas cardiovasculares, respiratórios ou nervosos. O amianto, por exemplo, é responsável pela morte de 10 mil trabalhadores por ano, segundo a OIT.

Doze milhoes de acidentes profissionais implicam crianças trabalhadoras. Deles, uma média de 12 mil é mortal. Segundo o cômputo da OIT, o índice de mortes de origem profissional nos países industrializados desenvolvidos representa a metade do que se registra na Europa Central e do Leste, na China e na India.

Em alguns países da América Latina e do Caribe, esses índices sao mais elevados e no Oriente Médio (exceçao de China e India), eqüivalem a quatro vezes os dos países industrializados. O número de mortes relacionadas com o trabalho supera a média atual de mortes em rodovias (990 mil), em conflitos a armados (502 mil), por violência (563 mil) e pela Aids (312 mil), afirma a OIT.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;