Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 29 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Contemporâneos reúne artistas do ABC


Everaldo Fioravante
Do Diário do Grande ABC

12/10/2002 | 18:44


Dois nomes ligados ao Grande ABC figuram na exposição 4 Contemporâneos, em cartaz na galeria de arte do clube A Hebraica, em São Paulo, até o dia 11 de novembro com entrada franca.

O curador da mostra é Enock Sacramento, que foi crítico de arte do Diário durante 25 anos e é autor, entre outros, do livro Sacilotto, sobre vida e obra do concretista andreense Luiz Sacilotto.

O artista plástico João Suzuki, natural de Mirandópolis (SP) e radicado na região desde os anos 50, expõe ao lado de Astrid Salles, Zélio Alves Pinto e Luiz Martins.

Segundo Sacramento, a reunião dos quatro artistas deu-se de maneira circunstancial. “A coordenadora da exposição (Ana Célia Monteiro de Souza Pires) é proprietária de uma molduraria, na qual há uma escola de artes. O Luiz Martins dá aulas lá. Pensamos então em fazer uma individual dele, que é um jovem e talentoso artista mineiro”, diz o curador.

“Como o Luiz Martins também é assistente do Zélio, decidimos expor trabalhos dos dois. O Zélio tem obras nas quais surgem elementos indígenas, característica também das composições da Astrid. Por fim, lembrei do Suzuki, que ficou muito tempo distante do circuito de artes e agora está retornando”, afirma Sacramento.

“O Martins mostra trabalhos em juta sobre madeira. A madeira sofre recortes, e a juta é pintada com pigmentos naturais. O Zélio e a Astrid utilizam elementos indígenas em suas obras. E o Suzuki exibe trabalhos de sua conhecida série Ovóides”, diz Sacramento.

A série de João Suzuki é criada sobre madeira. O artista, além de utilizar as formas orgânicas do suporte, trabalha com tintas e maçarico para a elaboração dos trabalhos. São obras fantásticas, que deixam à vista toda a exuberância das cores. Não apenas isso: revelam também a excelência na artesania, a mão do artista a serviço da plasticidade. Na mostra, são nove belos Ovóides, nome que vem do formato peculiar das obras, oval.

Segundo texto de Sacramento, “os trabalhos de João Suzuki da série Ovóides têm muito a ver com a simbologia do ovo. O ovo está ligado ao sentido de origem, fertilidade. É forma perfeita, que abriga um conteúdo vital”.

A próxima exposição na galeria do clube A Hebraica deve ser uma individual de Luiz Martins (que deu origem à que está em cartaz).

Sacramento também fará a curadoria da mostra que reunirá obras do andreense Sergio Guerini, de Tuneu (que já atuou na área de artes plásticas para a Prefeitura de Santo André) e do paulistano Sérgio Fingermann. Esta será na Unicid (Universidade Cidade de São Paulo), em novembro.

Contemporâneos – Exposição. Na galeria de arte do clube A Hebraica – r. Hungria, 1.000, São Paulo. Tel.: 3818-8888. Diariamente, das 9h às 20h. Entrada franca. Até 11 de novembro.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;