Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 21 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Aliados devem abandonar o Iraque em meados de 2006, diz fonte


Da AFP

02/05/2005 | 08:27


A força multinacional liderada pelos Estados Unidos no Iraque pode começar sua retirada em meados de 2006. A informação é do conselheiro de segurança nacional iraquiano, Mowaffak Al-Rubaie.

"Me surpreenderia muito se eles (os aliados) não pensassem seriamente em começar a retirada provavelmente ao final do primeiro semestre do próximo ano", disse Al-Rubaie à rede CNN.

No entanto, Al-Rubaie se negou a dizer quantos soldados estrangeiros enviados ao Iraque retornariam para seus países. "Depende da evolução do terrorismo ou da luta contra o terrorismo. Depende da velocidade de treinamento e recrutamento das forças iraquianas. Depende da preparação, armamento e fornecimento dos equipamentos apropriados para nossa segurança", acrescentou.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Aliados devem abandonar o Iraque em meados de 2006, diz fonte

Da AFP

02/05/2005 | 08:27


A força multinacional liderada pelos Estados Unidos no Iraque pode começar sua retirada em meados de 2006. A informação é do conselheiro de segurança nacional iraquiano, Mowaffak Al-Rubaie.

"Me surpreenderia muito se eles (os aliados) não pensassem seriamente em começar a retirada provavelmente ao final do primeiro semestre do próximo ano", disse Al-Rubaie à rede CNN.

No entanto, Al-Rubaie se negou a dizer quantos soldados estrangeiros enviados ao Iraque retornariam para seus países. "Depende da evolução do terrorismo ou da luta contra o terrorismo. Depende da velocidade de treinamento e recrutamento das forças iraquianas. Depende da preparação, armamento e fornecimento dos equipamentos apropriados para nossa segurança", acrescentou.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;