Fechar
Publicidade

Domingo, 15 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Valor médio das compras nos supermercados cresce


Alexandre Melo
Com Agências

11/05/2010 | 07:00


Os consumidores brasileiros estão deixando fatia maior dos salários nos supermercados. Enquanto a despesa média mensal atingiu cifra de R$ 1.663, a renda foi de R$ 1.686, segundo pesquisa elaborada pela Apas (Associação Paulista de Supermercados).

Foram entrevistadas mais de 8.200 famílias em todas as regiões do País. O fato é que o número maior de visitas aos estabelecimentos e oferta maior de crédito impulsionam o consumo de alimentos, bebidas, artigos de higiene pessoal e limpeza.

Além disso, houve retomada do consumo dentro do lar, principalmente no gêneros alimentícios, que representam 13%.

Em 2008, o gasto médio nos supermercados chegou a R$ 1.540 e as rendimentos verificados na época foram de R$ 1.558, indicativo de que o consumidor está aprendendo a poupar.

O levantamento aponta ainda que as idas às lojas ocorrem, em média, 15 vezes ao mês, com substancial diminuição da tradicional compra mensal. Fatia de 84% dos lares optam por mais de três canais para se abastecer, considerando o varejo tradicional, porta a porta, farmácia/perfumaria/drogaria e atacados.

SETOR - Para o presidente da Apas, João Sanzovo Neto, o setor deverá crescer 10% nesse ano, retornando ao nível de expansão verificado em 2008. "Isto se deve à ascensão das classes D/E para a classe C, formando a nova classe média brasileira, que passou a consumir produtos de maior valor agregado", pondera o executivo.

O otimismo é generalizado entre os supermercadistas, visto que 89% deles apostam em alta recorde no faturamento para 2010, especialmente entre os empresários paulistas.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Valor médio das compras nos supermercados cresce

Alexandre Melo
Com Agências

11/05/2010 | 07:00


Os consumidores brasileiros estão deixando fatia maior dos salários nos supermercados. Enquanto a despesa média mensal atingiu cifra de R$ 1.663, a renda foi de R$ 1.686, segundo pesquisa elaborada pela Apas (Associação Paulista de Supermercados).

Foram entrevistadas mais de 8.200 famílias em todas as regiões do País. O fato é que o número maior de visitas aos estabelecimentos e oferta maior de crédito impulsionam o consumo de alimentos, bebidas, artigos de higiene pessoal e limpeza.

Além disso, houve retomada do consumo dentro do lar, principalmente no gêneros alimentícios, que representam 13%.

Em 2008, o gasto médio nos supermercados chegou a R$ 1.540 e as rendimentos verificados na época foram de R$ 1.558, indicativo de que o consumidor está aprendendo a poupar.

O levantamento aponta ainda que as idas às lojas ocorrem, em média, 15 vezes ao mês, com substancial diminuição da tradicional compra mensal. Fatia de 84% dos lares optam por mais de três canais para se abastecer, considerando o varejo tradicional, porta a porta, farmácia/perfumaria/drogaria e atacados.

SETOR - Para o presidente da Apas, João Sanzovo Neto, o setor deverá crescer 10% nesse ano, retornando ao nível de expansão verificado em 2008. "Isto se deve à ascensão das classes D/E para a classe C, formando a nova classe média brasileira, que passou a consumir produtos de maior valor agregado", pondera o executivo.

O otimismo é generalizado entre os supermercadistas, visto que 89% deles apostam em alta recorde no faturamento para 2010, especialmente entre os empresários paulistas.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;