Fechar
Publicidade

Domingo, 20 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Ex-comandante da resistência em Kosovo é assassinado


Do Diário do Grande ABC

08/05/2000 | 10:15


Ex-comandante regional do extinto Exército de Libertaçao do Kosovo, Ekrem Rexha, foi assassinado a tiros. Ele foi atingido quando estava na porta de sua casa, na cidade sulista de Prizren, segundo funcionários das Naçoes Unidas. Conhecido pelo pseudônimo Drini, Ekrem Rexha foi comandante do ELK no sul do Kosovo.

A polícia da ONU disse que Drini trabalhava como diretor de política ambiental no governo de Prizren.

Em outra parte, quatro sérvios de Kosovo, incluindo duas crianças de 11 anos, foram feridos com tiros neste domingo na aldeia de Kosovska Vitina, a 32 Km a sudeste de Pristina, a capital. Segundo um porta-voz das forças de paz da Organizaçao do Tratado do Atlântico Norte (Otan), os quatro foram atacados em um parque por desconhecidos armados com fuzis AK-47. As tropas da ONU detiveram três suspeitos do crime.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Ex-comandante da resistência em Kosovo é assassinado

Do Diário do Grande ABC

08/05/2000 | 10:15


Ex-comandante regional do extinto Exército de Libertaçao do Kosovo, Ekrem Rexha, foi assassinado a tiros. Ele foi atingido quando estava na porta de sua casa, na cidade sulista de Prizren, segundo funcionários das Naçoes Unidas. Conhecido pelo pseudônimo Drini, Ekrem Rexha foi comandante do ELK no sul do Kosovo.

A polícia da ONU disse que Drini trabalhava como diretor de política ambiental no governo de Prizren.

Em outra parte, quatro sérvios de Kosovo, incluindo duas crianças de 11 anos, foram feridos com tiros neste domingo na aldeia de Kosovska Vitina, a 32 Km a sudeste de Pristina, a capital. Segundo um porta-voz das forças de paz da Organizaçao do Tratado do Atlântico Norte (Otan), os quatro foram atacados em um parque por desconhecidos armados com fuzis AK-47. As tropas da ONU detiveram três suspeitos do crime.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;