Fechar
Publicidade

Sábado, 25 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Tecnologia

tecnologia@dgabc.com.br | 4435-8301

Novo ransomware está atacando computadores na Rússica, Ucrânia e em toda a Europa

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Vítima tem contato com a ameaça por meio de uma suposta atualização do Adobe Flash, via download


Da Redação, com assessoria
Do 33Giga

25/10/2017 | 12:15


Um novo malware do tipo ransoware está se espalhando com rapidez pelas máquinas Windows em redes corporativas da Rússia, Ucrânia e de toda a Europa. Até o momento, o que especialistas avaliam é que a ameaça seria uma nova variante do Petya. O malware usa o DiskCryptor, um software opensource de criptografia total do disco, e pede 0,05 bitcoin (cerca de R$ 900) de resgate por equipamento infectado.

Leia mais: 
O que você precisa saber sobre o ransomware WannaCry
Ciberataque global: as principais dúvidas sobre o ransomware Petya respondidas

A vítima tem contato com a ameaça por meio de uma suposta atualização do Adobe Flash, via download do arquivo malicioso, que deve ser executado pelo usuário. Contudo, as informações a respeito dos métodos de propagação ainda são incertas. Alguns fabricantes de antivírus afirmam que o malware usa a vulnerabilidade conhecida como EternalBlue para se espalhar. Já outros, acreditam que a amaça procura e tenta acesso via compartilhamentos e usa uma lista pré-definida de usuários e senhas padrão para se autocopiar para a máquina.

O único consenso que se tem até agora é que, uma vez na máquina, o malware usa o software conhecido como Mimikatz para procurar credenciais válidas na memória e acessar novos equipamentos. Por enquanto, não existem casos confirmados de ataques em redes brasileiras.

Para ajudar os usuários a se manterem seguros em todas as partes do mundo, os especialistas em segurança da informação da CIPHER, empresa especializada em serviços de cibersegurança, dão algumas dicas:

– Durante a navegação, caso apareçam mensagens sobre atualizações de software, valide a informação diretamente no website do fabricante do produto antes de clicar;
– Evite o download e uso de softwares vindos de fontes desconhecidas ou duvidosas;
– Tenha sempre backups dos seus dados mais sensíveis. Nestes casos, é indicado ter múltiplos backups;
– Tenha sempre um antivírus atualizado, preferencialmente software pagos, que tendem a lançar vacinas de forma mais rápida;
– Mantenha seus equipamentos atualizados, use sempre o Windows Update;

Se você tem alguma dúvida sobre tecnologia, escreva para 33giga@33giga.com.br e suas questões podem ser respondidas



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;