Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 12 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Iraque consolida controle de campos de petróleo em Kirkuk e EUA pedem diálogo

KHALID MOMAMMED/ASSOCIATED PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


17/10/2017 | 10:25


As Forças Armadas do Iraque consolidaram nesta terça-feira seu controle de dois importantes campos de petróleo nas proximidades da cidade de Kirkuk, até então administrados por forças curdas. Em comunicado, as tropas federais afirmaram que controlam agora os campos North Oil Company e Baba Gurgur. As forças iraquianas avançaram sobre Kirkuk ao longo da noite de segunda-feira e entraram em confronto com forças curdas. A cidade fica fora da região autônoma curda, mas é reivindicada tanto pelos curdos como pelo governo central.

As duas partes têm divergências sobre a divisão das receitas com os campos de petróleo nas proximidades. Os Estados Unidos não culpam o governo iraquiano pela violência, mas têm pedido diálogo entre as partes. Segundo um porta-voz do Pentágono, a disputa é uma "distração" da meta dos EUA de destruir o Estado Islâmico.

A Turquia, por sua vez, afirmou que apoia a operação conduzida pelas forças iraquianas na região de Kirkuk. O vice-premiê turco, Bekir Bozdag, porém, afirmou que ela ocorre "muito tarde". Segundo Bozdag, há um ataque à integridade territorial iraquiana, por causa das ações curdas pela independência da região. A Turquia anunciou ainda o fechamento de seu espaço aéreo para voos que partiriam ou chegariam da região curda.

A crise entre Bagdá e os curdos se agravou após a ocorrência de um plebiscito pela independência na região, vencido pelos partidários da secessão. O governo do Iraque não reconhece a votação.

Nesta terça-feira, milhares de civis voltavam a Kirkuk, um dia após fugirem em meio aos confrontos entre as forças iraquianas e curdas. Fonte: Associated Press.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Iraque consolida controle de campos de petróleo em Kirkuk e EUA pedem diálogo


17/10/2017 | 10:25


As Forças Armadas do Iraque consolidaram nesta terça-feira seu controle de dois importantes campos de petróleo nas proximidades da cidade de Kirkuk, até então administrados por forças curdas. Em comunicado, as tropas federais afirmaram que controlam agora os campos North Oil Company e Baba Gurgur. As forças iraquianas avançaram sobre Kirkuk ao longo da noite de segunda-feira e entraram em confronto com forças curdas. A cidade fica fora da região autônoma curda, mas é reivindicada tanto pelos curdos como pelo governo central.

As duas partes têm divergências sobre a divisão das receitas com os campos de petróleo nas proximidades. Os Estados Unidos não culpam o governo iraquiano pela violência, mas têm pedido diálogo entre as partes. Segundo um porta-voz do Pentágono, a disputa é uma "distração" da meta dos EUA de destruir o Estado Islâmico.

A Turquia, por sua vez, afirmou que apoia a operação conduzida pelas forças iraquianas na região de Kirkuk. O vice-premiê turco, Bekir Bozdag, porém, afirmou que ela ocorre "muito tarde". Segundo Bozdag, há um ataque à integridade territorial iraquiana, por causa das ações curdas pela independência da região. A Turquia anunciou ainda o fechamento de seu espaço aéreo para voos que partiriam ou chegariam da região curda.

A crise entre Bagdá e os curdos se agravou após a ocorrência de um plebiscito pela independência na região, vencido pelos partidários da secessão. O governo do Iraque não reconhece a votação.

Nesta terça-feira, milhares de civis voltavam a Kirkuk, um dia após fugirem em meio aos confrontos entre as forças iraquianas e curdas. Fonte: Associated Press.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;