Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 12 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Kerry diz que Trump está criando uma crise internacional com decisão sobre o Irã

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Decisão de Trump não retira os EUA do
acordo, mas joga a questão para o Congresso



14/10/2017 | 00:05


O ex-secretário de Estado dos Estados Unidos, John Kerry, disse que a decisão do presidente Donald Trump de não certificar o acordo nuclear com o Irã é imprudente e divisivo.

Kerry conduziu as negociações com o Irã no governo do ex-presidente Barack Obama. Em um comunicado emitido hoje, Kerry disse que Trump está "criando uma crise internacional". Ele afirmou que agora cabe ao Congresso às outras partes lidar com "os adultos na sala" e salvar o acordo.

A decisão de Trump não retira os EUA do acordo, mas joga a questão para o Congresso.

O secretário de Estado do governo Trump, Rex Tillerson, disse que espera que os aliados dos EUA na Europa e no Oriente Médio apoiam as ações do presidente americano.

Alemanha, França e Reino Unido disseram que continuam comprometidos com o acordo. (Matheus Maderal, com informações da AP)



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Kerry diz que Trump está criando uma crise internacional com decisão sobre o Irã

Decisão de Trump não retira os EUA do
acordo, mas joga a questão para o Congresso


14/10/2017 | 00:05


O ex-secretário de Estado dos Estados Unidos, John Kerry, disse que a decisão do presidente Donald Trump de não certificar o acordo nuclear com o Irã é imprudente e divisivo.

Kerry conduziu as negociações com o Irã no governo do ex-presidente Barack Obama. Em um comunicado emitido hoje, Kerry disse que Trump está "criando uma crise internacional". Ele afirmou que agora cabe ao Congresso às outras partes lidar com "os adultos na sala" e salvar o acordo.

A decisão de Trump não retira os EUA do acordo, mas joga a questão para o Congresso.

O secretário de Estado do governo Trump, Rex Tillerson, disse que espera que os aliados dos EUA na Europa e no Oriente Médio apoiam as ações do presidente americano.

Alemanha, França e Reino Unido disseram que continuam comprometidos com o acordo. (Matheus Maderal, com informações da AP)

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;