Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 13 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Termina a maior partida de futebol do mundo


Carlos Tadeu
Especial para o Diário

08/08/2010 | 07:10


Foi uma festa e com missão cumprida. O Clube Atlético Aramaçan organizou programação especial em comemoração aos 80 anos, completados na sexta-feira. E a grande atração foi a disputa da maior partida de futebol do mundo, com 80 horas, que teve início às 8h de quarta-feira e encerrou-se às 16h de ontem.

Com isso, o clube alcançou o objetivo de superar a marca anterior - jogo de futsal de 75 horas na Argentina - e enviará o registro do evento para o Guinness Book, com a intenção de colocar o Aramaçan no livro dos recordes.

"A satisfação é muito grande em vencer esse desafio. Foi muito compensador, principalmente porque tivemos pais, filhos, avós e netos participando. O evento precisou do empenho de todos os colaboradores que integram o departamento de esportes", declarou emocionado Carlos Roberto de Souza, o Tobé, vice-presidente de esportes do clube.

Foram marcados exatos 700 gols na partida histórica, que terminou com a vitória da equipe branca sobre a vermelha por 359 a 341. No total, cerca de 2.300 pessoas atuaram, entre homens, mulheres e crianças a partir de 5 anos.

Mas não foram somente associados que participaram do jogo. Convidados de empresas, associações e até ex-jogadores marcaram presença. A equipe do Diário também esteve em campo, na madrugada fria de quinta-feira.

Os veteranos do Palmeiras jogaram ontem. Os zagueiros Alfredo Mostarda e Tonhão, e os volantes Claudecir e Adãozinho eram os mais conhecidos. O lateral Vitor, ex-São Paulo, e o volante Capitão, ex-Portuguesa, reforçaram o time.

A partida foi encerrada, ao som das vuvuzelas, com os veteranos do Corinthians no time branco, com Zenon, Dinei, João Paulo, Ataliba, entre outros, e os atletas mais antigos do Aramaçan na equipe vermelha, que teve o reforço de Rodrigo Fabri.

A inscrição para participar era dois quilos de arroz ou de feijão. Assim, foram arrecadados aproximadamente cinco toneladas de alimentos, que serão doados para 20 entidades assistenciais de Santo André.

" A emoção é grande. Foi o maior evento do clube", comemorou Romualdo Roma, 71 anos, autor do primeiro gol da equipe vermelha.

"O evento vai entrar para a história e a região ficará em destaque", comentou o volante Capitão, morador de Mauá há 20 anos. "É legal participar de um momento como este. Devemos parabenizar o clube", completou Claudecir.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Termina a maior partida de futebol do mundo

Carlos Tadeu
Especial para o Diário

08/08/2010 | 07:10


Foi uma festa e com missão cumprida. O Clube Atlético Aramaçan organizou programação especial em comemoração aos 80 anos, completados na sexta-feira. E a grande atração foi a disputa da maior partida de futebol do mundo, com 80 horas, que teve início às 8h de quarta-feira e encerrou-se às 16h de ontem.

Com isso, o clube alcançou o objetivo de superar a marca anterior - jogo de futsal de 75 horas na Argentina - e enviará o registro do evento para o Guinness Book, com a intenção de colocar o Aramaçan no livro dos recordes.

"A satisfação é muito grande em vencer esse desafio. Foi muito compensador, principalmente porque tivemos pais, filhos, avós e netos participando. O evento precisou do empenho de todos os colaboradores que integram o departamento de esportes", declarou emocionado Carlos Roberto de Souza, o Tobé, vice-presidente de esportes do clube.

Foram marcados exatos 700 gols na partida histórica, que terminou com a vitória da equipe branca sobre a vermelha por 359 a 341. No total, cerca de 2.300 pessoas atuaram, entre homens, mulheres e crianças a partir de 5 anos.

Mas não foram somente associados que participaram do jogo. Convidados de empresas, associações e até ex-jogadores marcaram presença. A equipe do Diário também esteve em campo, na madrugada fria de quinta-feira.

Os veteranos do Palmeiras jogaram ontem. Os zagueiros Alfredo Mostarda e Tonhão, e os volantes Claudecir e Adãozinho eram os mais conhecidos. O lateral Vitor, ex-São Paulo, e o volante Capitão, ex-Portuguesa, reforçaram o time.

A partida foi encerrada, ao som das vuvuzelas, com os veteranos do Corinthians no time branco, com Zenon, Dinei, João Paulo, Ataliba, entre outros, e os atletas mais antigos do Aramaçan na equipe vermelha, que teve o reforço de Rodrigo Fabri.

A inscrição para participar era dois quilos de arroz ou de feijão. Assim, foram arrecadados aproximadamente cinco toneladas de alimentos, que serão doados para 20 entidades assistenciais de Santo André.

" A emoção é grande. Foi o maior evento do clube", comemorou Romualdo Roma, 71 anos, autor do primeiro gol da equipe vermelha.

"O evento vai entrar para a história e a região ficará em destaque", comentou o volante Capitão, morador de Mauá há 20 anos. "É legal participar de um momento como este. Devemos parabenizar o clube", completou Claudecir.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;