Fechar
Publicidade

Domingo, 26 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Aníbal critica ações da Marta Suplicy


Do Diário OnLine

23/05/2002 | 11:44


O presidente nacional do PSDB, deputado José Aníbal (SP), chamou nesta quinta-feira a prefeita de São Paulo, Marta Suplicy (PT) de incompetente. Durante a abertura do seminário do partido sobre 'Desenvolvimento e Inclusão Social – O Brasil no Rumo Certo', Aníbal criticou corte do subsídio do transporte coletivo em São Paulo, que elevou o preço da passagem de R$ 1,15 para R$ 1,40.

Aníbal reclamou das ações da prefeita que, segundo ele, reduziu os gastos com educação de 30% para 25% do orçamento do município.

O tucano criticou também o pré-candidato do PT à Presidência da República, Luiz Inácio Lula da Silva, afirmando que, quando ele diz que o país tem que manter a estabilidade da moeda, ele está repetindo o que o ex-governador de São Paulo, Mário Covas já falava há sete anos.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Aníbal critica ações da Marta Suplicy

Do Diário OnLine

23/05/2002 | 11:44


O presidente nacional do PSDB, deputado José Aníbal (SP), chamou nesta quinta-feira a prefeita de São Paulo, Marta Suplicy (PT) de incompetente. Durante a abertura do seminário do partido sobre 'Desenvolvimento e Inclusão Social – O Brasil no Rumo Certo', Aníbal criticou corte do subsídio do transporte coletivo em São Paulo, que elevou o preço da passagem de R$ 1,15 para R$ 1,40.

Aníbal reclamou das ações da prefeita que, segundo ele, reduziu os gastos com educação de 30% para 25% do orçamento do município.

O tucano criticou também o pré-candidato do PT à Presidência da República, Luiz Inácio Lula da Silva, afirmando que, quando ele diz que o país tem que manter a estabilidade da moeda, ele está repetindo o que o ex-governador de São Paulo, Mário Covas já falava há sete anos.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;