Fechar
Publicidade

Domingo, 15 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Punições de advogados pela OAB aumentam 283% em 5 anos



10/05/2006 | 00:05


O número de advogados punidos pelo Conselho de Ética e Disciplina da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) aumentou 283% nos últimos cinco anos – de 233 processos em 2001 para 893 em 2005. Em 57% dos casos, o profissional se apropriou do dinheiro ganho pelo cliente no processo judicial. Os dados se referem às denúncias que chegaram ao conselho federal, ou seja, nas quais uma das partes recorreu da decisão da primeira instância, e que já foram julgadas de maneira definitiva.

De acordo com o presidente do conselho, Ercílio Bezerra de Castro Filho, o aumento se deve a uma maior velocidade na tramitação das denúncias nas seccionais de cada Estado, além de uma campanha da ordem para punir os advogados infratores. “Houve uma celeridade nos julgamentos associada a uma campanha para esclarecer a população na busca pelos seus direitos. A OAB está empenhada em mostrar ao advogado que se ele cometer uma infração, vai ser punido.” No mesmo período, na seccional de São Paulo, que engloba metade dos advogados do país, ou 250 mil, as suspensões subiram 149% e as censuras e advertências, 86%. No total, no ano passado foram registrados 1.861 casos nos quais o advogado recebeu algum tipo de punição, comparados com os 870 de 2001. A maior parte deles na capital.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Punições de advogados pela OAB aumentam 283% em 5 anos


10/05/2006 | 00:05


O número de advogados punidos pelo Conselho de Ética e Disciplina da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) aumentou 283% nos últimos cinco anos – de 233 processos em 2001 para 893 em 2005. Em 57% dos casos, o profissional se apropriou do dinheiro ganho pelo cliente no processo judicial. Os dados se referem às denúncias que chegaram ao conselho federal, ou seja, nas quais uma das partes recorreu da decisão da primeira instância, e que já foram julgadas de maneira definitiva.

De acordo com o presidente do conselho, Ercílio Bezerra de Castro Filho, o aumento se deve a uma maior velocidade na tramitação das denúncias nas seccionais de cada Estado, além de uma campanha da ordem para punir os advogados infratores. “Houve uma celeridade nos julgamentos associada a uma campanha para esclarecer a população na busca pelos seus direitos. A OAB está empenhada em mostrar ao advogado que se ele cometer uma infração, vai ser punido.” No mesmo período, na seccional de São Paulo, que engloba metade dos advogados do país, ou 250 mil, as suspensões subiram 149% e as censuras e advertências, 86%. No total, no ano passado foram registrados 1.861 casos nos quais o advogado recebeu algum tipo de punição, comparados com os 870 de 2001. A maior parte deles na capital.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;