Fechar
Publicidade

Domingo, 15 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Acusado por incêndio em discoteca dos EUA é condenado a 15 anos


Da AFP

10/05/2006 | 19:15


O agente de um grupo de música americano, organizador dos fogos de artifício que desencadearam um incêndio que deixou 100 mortos numa discoteca de Rhode Island (nordeste), foi condenado nesta quarta-feira a 15 anos de prisão, dos quais cumprirá apenas quatro.

"Esta Corte não acredita que você seja um perigo para a sociedade no futuro", disse o juiz Francis Darigan, titular de uma Corte de Providence, justificando a redução do período de detenção de Daniel Biechele, 29 anos, agente do grupo Great White no momento dos fatos.

O incêndio ocorreu no dia 20 de fevereiro de 2003 numa discoteca de West Warwick e foi provocado por objetos pirotécnicos utilizados pelo grupo de hard rock Great White durante um concerto.

O edifício, de madeira e chapa de alumínio, foi completamente destruído pelo fogo em "menos de três minutos", disse o chefe dos bombeiros da cidade, Peter Brousseau. A polícia concluiu que nem os proprietários nem o grupo de rock tinham autorização para utilizar os fogos de artifício.

Biechele foi sentenciado sem necessidade de julgamento porque declarou-se culpado, enquanto os dois irmãos proprietários da discoteca ainda devem ser julgados.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Acusado por incêndio em discoteca dos EUA é condenado a 15 anos

Da AFP

10/05/2006 | 19:15


O agente de um grupo de música americano, organizador dos fogos de artifício que desencadearam um incêndio que deixou 100 mortos numa discoteca de Rhode Island (nordeste), foi condenado nesta quarta-feira a 15 anos de prisão, dos quais cumprirá apenas quatro.

"Esta Corte não acredita que você seja um perigo para a sociedade no futuro", disse o juiz Francis Darigan, titular de uma Corte de Providence, justificando a redução do período de detenção de Daniel Biechele, 29 anos, agente do grupo Great White no momento dos fatos.

O incêndio ocorreu no dia 20 de fevereiro de 2003 numa discoteca de West Warwick e foi provocado por objetos pirotécnicos utilizados pelo grupo de hard rock Great White durante um concerto.

O edifício, de madeira e chapa de alumínio, foi completamente destruído pelo fogo em "menos de três minutos", disse o chefe dos bombeiros da cidade, Peter Brousseau. A polícia concluiu que nem os proprietários nem o grupo de rock tinham autorização para utilizar os fogos de artifício.

Biechele foi sentenciado sem necessidade de julgamento porque declarou-se culpado, enquanto os dois irmãos proprietários da discoteca ainda devem ser julgados.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;