Fechar
Publicidade

Domingo, 23 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Concurso para idosas é destaque de unidade de Saúde em Sto.André


Yago Delbuoni
Especial para o Diário

25/10/2015 | 07:00


Com música, poesia e emoção. Assim foi a segunda edição do Miss Terceira Idade, realizada na US (Unidade de Saúde) Dr. Moysés Fucs, no Jardim Santo Antônio, em Santo André. Ao todo, seis candidatas, com idades entre 54 e 95 anos, disputaram três prêmios: Miss Elegância, Miss Simpatia e o Miss Terceira Idade, principal deles.

A grande vencedora, que conquistou o posto pelo segundo ano consecutivo, foi dona Mercedes Martinez Ribeiro, 95 anos. Ela credita a vitória à dedicação. “Eu faço tudo com muito amor. E o tratamento que recebo, não sei como retribuir a todo este carinho”, falou, emocionada.

Autodidata, dona Mercedes toca sete instrumentos musicais. “Saber eu não sei, porque nunca fui à escola, mas consigo fazer música com o cavaquinho, violão, bandolim, violino, banjo, viola e sanfona.”

Dona Julinda Soares Luciano, 71, foi eleita Miss Elegância. “Ganhar o prêmio é bom demais. É muita emoção.”

Julinda contou que participar de um evento como esse é importante. “Com o concurso, vemos que ainda temos muito valor na sociedade.”

A vencedora do Miss Simpatia foi dona Dolorosa D’Almeida Jesus, 67. “Foi muito legal, Já imaginou você ser considerada simpática? É muito bom.”

Quem também participou do evento foi a dona de casa, Neusa de Sousa Pico, 54. Ela destacou a valorização provocada pelo concurso. “Com a idade, a gente se sente menos importante, mas o evento nos renova.”

Uma das responsáveis pela organização do evento foi a fisioterapeuta Fernanda Bellé. “Além de ser o mês destinado à prevenção do câncer de mama, com o Outubro Rosa, é também o mês do idoso. Como esse período é focado na saúde na terceira idade, promovemos a ação. Esse é um público com o qual gosto de trabalhar, é emocionante.”

Uma das juradas do concurso foi a presidente da Residência Multidisciplinar da Faculdade de Medicina do ABC, Ana Paula Guarnieri. Ela explicou que o evento tem a função de ressaltar a beleza desta parte da vida. “Toda idade tem a sua beleza. Estar no concurso é entender o que pode ser feito para elas. Muitas vezes, pensa-se que saúde é dar remédio. Mas tem coisas que são mais eficazes e fazem bem à alma.”

Para Ana Paula, Mercedes é um exemplo de vida. “Ela tem alegria, interação. Ama viver. Para tantos que reclamam de tudo, ela é exemplo. Temos a possibilidade de levar a vida com qualidade e dignidade. Para isso, uma parte depende só da gente.” 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Concurso para idosas é destaque de unidade de Saúde em Sto.André

Yago Delbuoni
Especial para o Diário

25/10/2015 | 07:00


Com música, poesia e emoção. Assim foi a segunda edição do Miss Terceira Idade, realizada na US (Unidade de Saúde) Dr. Moysés Fucs, no Jardim Santo Antônio, em Santo André. Ao todo, seis candidatas, com idades entre 54 e 95 anos, disputaram três prêmios: Miss Elegância, Miss Simpatia e o Miss Terceira Idade, principal deles.

A grande vencedora, que conquistou o posto pelo segundo ano consecutivo, foi dona Mercedes Martinez Ribeiro, 95 anos. Ela credita a vitória à dedicação. “Eu faço tudo com muito amor. E o tratamento que recebo, não sei como retribuir a todo este carinho”, falou, emocionada.

Autodidata, dona Mercedes toca sete instrumentos musicais. “Saber eu não sei, porque nunca fui à escola, mas consigo fazer música com o cavaquinho, violão, bandolim, violino, banjo, viola e sanfona.”

Dona Julinda Soares Luciano, 71, foi eleita Miss Elegância. “Ganhar o prêmio é bom demais. É muita emoção.”

Julinda contou que participar de um evento como esse é importante. “Com o concurso, vemos que ainda temos muito valor na sociedade.”

A vencedora do Miss Simpatia foi dona Dolorosa D’Almeida Jesus, 67. “Foi muito legal, Já imaginou você ser considerada simpática? É muito bom.”

Quem também participou do evento foi a dona de casa, Neusa de Sousa Pico, 54. Ela destacou a valorização provocada pelo concurso. “Com a idade, a gente se sente menos importante, mas o evento nos renova.”

Uma das responsáveis pela organização do evento foi a fisioterapeuta Fernanda Bellé. “Além de ser o mês destinado à prevenção do câncer de mama, com o Outubro Rosa, é também o mês do idoso. Como esse período é focado na saúde na terceira idade, promovemos a ação. Esse é um público com o qual gosto de trabalhar, é emocionante.”

Uma das juradas do concurso foi a presidente da Residência Multidisciplinar da Faculdade de Medicina do ABC, Ana Paula Guarnieri. Ela explicou que o evento tem a função de ressaltar a beleza desta parte da vida. “Toda idade tem a sua beleza. Estar no concurso é entender o que pode ser feito para elas. Muitas vezes, pensa-se que saúde é dar remédio. Mas tem coisas que são mais eficazes e fazem bem à alma.”

Para Ana Paula, Mercedes é um exemplo de vida. “Ela tem alegria, interação. Ama viver. Para tantos que reclamam de tudo, ela é exemplo. Temos a possibilidade de levar a vida com qualidade e dignidade. Para isso, uma parte depende só da gente.” 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;