Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 22 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Lula lembra Marisa e alfineta Sérgio Moro

Denis Maciel/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Em missa realizada ontem, no Sindicato dos Metalúrgicos, ex-presidente reafirma inocência


Vinícius Castelli

04/02/2018 | 07:00


 O Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo, abriu suas portas ontem, para celebrar a missa de um ano da morte da ex-primeira-dama Marisa Letícia Lula da Silva, que morreu aos 66 anos, vítima de AVC (Acidente Vascular Cerebral).

Emocionado, Luiz Inácio Lula da Silva homenageou e exaltou a mulher. Ele acredita que Marisa diria que a ‘luta continua’ e que é ‘para ele não parar e não se desesperar’. A política também apareceu em outros momentos da noite, porém, em tom bem menos inflamado. O ex-presidente aparentou calma ao citar o juiz federal Sérgio Moro e a atual situação do País. Ele afirmou ainda que sabe não estar acima da Lei e que a certeza que pode dar aos seus advogados de defesa é de que é inocente.

“Agora o Moro colocou para leiloar o apartamento (triplex do Guarujá atribuído a Lula, onde ontem, em frente, foi realizado ‘churrasco’ por apoiadores) sem pedir para mim, que ele diz que é meu”, brincou. “Hoje não se governa, só se destrói patrimônio. Trabalhadores que tinham pleno emprego, que sonhavam ter casa e fazer universidade, estão retornando àquilo que eram antes de nós chegarmos”, discursou.

Ao abençoar Lula e pedir para que cuide da saúde e fique firme, o bispo dom Angélico também deu sua opinião política. “Vivemos agora sob um golpe parlamentarista”, disse o celebrante, ao afirmar que a ex-primeira-dama foi envolvida em conspiração e, por isso, sua saúde não aguentou.

Após os convidados comungarem, Lula – que estava acompanhado pelos filhos e netos – subiu ao palco, agradeceu ao carinho do bispo e dos presentes e se emocionou ao dizer que “quando a morte é na família dos outros podemos conviver e até discursar, mas quando é na da gente é muito mais difícil”, e completou: “O que posso dizer é que se tiver um ‘céu’ a Marisa está lá.”

Durante sua homenagem, o ex-presidente também lembrou que nunca pôde cumprir promessa que fez em 1978 a Marisa, de ter uma vida comum com a mulher, “como os casais normais fazem”. Mas por conta de suas atividades junto ao Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, do trabalho no PT e também quando foi presidente, isso nunca aconteceu.

Além dos familiares e amigos, acompanharam a missa militantes do PT e figuras como o vereador da Capital Eduardo Suplicy (PT), o ex-prefeito de São Bernardo e atual presidente estadual do PT Luiz Marinho, o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT) e o técnico de futebol Vanderlei Luxemburgo, entre outras personalidades.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Lula lembra Marisa e alfineta Sérgio Moro

Em missa realizada ontem, no Sindicato dos Metalúrgicos, ex-presidente reafirma inocência

Vinícius Castelli

04/02/2018 | 07:00


 O Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo, abriu suas portas ontem, para celebrar a missa de um ano da morte da ex-primeira-dama Marisa Letícia Lula da Silva, que morreu aos 66 anos, vítima de AVC (Acidente Vascular Cerebral).

Emocionado, Luiz Inácio Lula da Silva homenageou e exaltou a mulher. Ele acredita que Marisa diria que a ‘luta continua’ e que é ‘para ele não parar e não se desesperar’. A política também apareceu em outros momentos da noite, porém, em tom bem menos inflamado. O ex-presidente aparentou calma ao citar o juiz federal Sérgio Moro e a atual situação do País. Ele afirmou ainda que sabe não estar acima da Lei e que a certeza que pode dar aos seus advogados de defesa é de que é inocente.

“Agora o Moro colocou para leiloar o apartamento (triplex do Guarujá atribuído a Lula, onde ontem, em frente, foi realizado ‘churrasco’ por apoiadores) sem pedir para mim, que ele diz que é meu”, brincou. “Hoje não se governa, só se destrói patrimônio. Trabalhadores que tinham pleno emprego, que sonhavam ter casa e fazer universidade, estão retornando àquilo que eram antes de nós chegarmos”, discursou.

Ao abençoar Lula e pedir para que cuide da saúde e fique firme, o bispo dom Angélico também deu sua opinião política. “Vivemos agora sob um golpe parlamentarista”, disse o celebrante, ao afirmar que a ex-primeira-dama foi envolvida em conspiração e, por isso, sua saúde não aguentou.

Após os convidados comungarem, Lula – que estava acompanhado pelos filhos e netos – subiu ao palco, agradeceu ao carinho do bispo e dos presentes e se emocionou ao dizer que “quando a morte é na família dos outros podemos conviver e até discursar, mas quando é na da gente é muito mais difícil”, e completou: “O que posso dizer é que se tiver um ‘céu’ a Marisa está lá.”

Durante sua homenagem, o ex-presidente também lembrou que nunca pôde cumprir promessa que fez em 1978 a Marisa, de ter uma vida comum com a mulher, “como os casais normais fazem”. Mas por conta de suas atividades junto ao Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, do trabalho no PT e também quando foi presidente, isso nunca aconteceu.

Além dos familiares e amigos, acompanharam a missa militantes do PT e figuras como o vereador da Capital Eduardo Suplicy (PT), o ex-prefeito de São Bernardo e atual presidente estadual do PT Luiz Marinho, o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT) e o técnico de futebol Vanderlei Luxemburgo, entre outras personalidades.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;