Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 26 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Navio na Coreia do Sul não fez forte curva



22/04/2014 | 01:44


O navio sul-coreano que naufragou não fez uma forte curva antes de começar a se inclinar, disseram funcionários do governo. Eles reforçaram que a conclusão anterior estava incorreta e que a embarcação mudou de curso de modo muito mais gradual.

Dados do sistema automático de identificação, um transponder a bordo do navio utilizado para acompanhar a localização, mostra que a embarcação realizou uma manobra em "J" antes de inclinar e afundar na semana passada, em um acidente que resultou em mais de 100 mortos e quase 200 desaparecidos.

Um funcionário do Ministério de Oceano e Pesca disse na sexta-feira que o navio havia feito uma manobra brusca. Mas, nesta terça-feira, um membro do ministério disse em entrevista por telefone que os dados estavam incompletos e que se tornaram mais claros quando foram totalmente restaurados. O funcionário falou na condição de não ter o nome publicado. Fonte: Associated Press.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Navio na Coreia do Sul não fez forte curva


22/04/2014 | 01:44


O navio sul-coreano que naufragou não fez uma forte curva antes de começar a se inclinar, disseram funcionários do governo. Eles reforçaram que a conclusão anterior estava incorreta e que a embarcação mudou de curso de modo muito mais gradual.

Dados do sistema automático de identificação, um transponder a bordo do navio utilizado para acompanhar a localização, mostra que a embarcação realizou uma manobra em "J" antes de inclinar e afundar na semana passada, em um acidente que resultou em mais de 100 mortos e quase 200 desaparecidos.

Um funcionário do Ministério de Oceano e Pesca disse na sexta-feira que o navio havia feito uma manobra brusca. Mas, nesta terça-feira, um membro do ministério disse em entrevista por telefone que os dados estavam incompletos e que se tornaram mais claros quando foram totalmente restaurados. O funcionário falou na condição de não ter o nome publicado. Fonte: Associated Press.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;