Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 20 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Palmeirenses são condenados por espancar e matar corintiano


Do Diário OnLine

15/02/2007 | 08:53


Os torcedores palmeirenses Edmilson José da Silva, 31 anos, e Alessandro Almeida Borges Pereira, 26, foram condenados a mais de 14 anos de prisão pela morte do corintiano Marcos Gabriel Cardoso Soares, 16, durante uma briga de torcidas ocorrida em maio de 2004. A sentença foi anunciada na madrugada desta quinta-feira.

O julgamento dos réus ocorreu no Fórum Criminal da Barra Funda, na Zona Oeste de São Paulo, e durou cerca de 14 horas. Dos sete jurados, cinco votaram pela condenação de Edmilson e dois foram contra. Já Alessandro foi condenado por quatro votos a três.

Os acusados responderam por homicídio triplamente qualificado (por motivo torpe, emprego de meio cruel e uso de meio que impossibilitou defesa). Eles não poderão recorrer da sentença em liberdade.

Crime - O crime ocorreu nos arredores da estação Barra Funda do Metrô, próximo à sede da torcida organizada Mancha Verde. Gabriel foi espancado quando estava a caminho do estádio do Morumbi, para assistir ao jogo entre Palmeiras e Corinthians, e morreu no dia seguinte.  

Na época, o então presidente da Mancha Verde, Jânio Carvalho Santos, passou mais de dez dias preso, acusado de ter incitado o espancamento. Ele acabou sendo liberado por falta de provas.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;