Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 4 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Dib e Cézar de Carvalho se estranham


Cynthia Tavares
do Diário do Grande ABC

29/09/2011 | 07:05


A ausência de Cézar de Carvalho na reunião da coordenadoria do PSDB no sábado causou mal-estar no ninho tucano no Grande ABC. O deputado federal William Dib (PSDB), coordenador do partido na região, não escondeu insatisfação pela falta do colega. Os diretórios de Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra não enviaram representantes para o encontro, em São Bernardo.

Cézar declarou que foi convidado em cima da hora. "O Dib não falou comigo. A secretária dele me ligou na sexta-feira avisando. Estava viajando e não pude comparecer. Da primeira vez, não nos convidaram e agora chamam em cima da hora. Nunca falei com ele sobre isso", disparou o tucano.

Por meio de nota, o secretário-geral da coordenadoria tucana, Dirceu Piotto, afirmou que o aviso da reunião ocorreu na quinta-feira por e-mail, sendo reforçado por telefone na sexta-feira.

Cézar criticou a postura do grupo. "Não trabalho com bola de cristal para saber quando haverá ou não reunião. Quando eu era coordenador (cargo que ocupou até agosto), falava com os integrantes dez dias antes. A partir do momento em que marcarem as coisas com antecedência, eu estarei lá", salientou.

O presidente do PSDB em Ribeirão Pires, Marcus Tibério, declarou que não foi avisado sobre o encontro. "Amanhã (hoje) vou entrar em contato com o pessoal da coordenação para ver se perderam meu telefone ou meu e-mail. Foi falha de comunicação", amenizou.

No sábado, Dib disse ao Diário que o posicionamento de Cézar pode ser resquício das eleições internas. Na ocasião, o ex-coordenador apoiava eleição do prefeito de Rio Grande da Serra, Adler Kiko Teixeira (PSDB). "Não mexo em águas passadas. Meu olhar é para frente", desconversou.

O racha, na visão do tucano, não vai prejudicar sua pré-candidatura ao Paço de Ribeirão Pires. "Jamais. Minha candidatura é consolidada", disse Cézar, que trabalha na Secretaria Estadual de Desenvolvimento Metropolitano e nutre boa relação com a executiva paulista do PSDB.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Dib e Cézar de Carvalho se estranham

Cynthia Tavares
do Diário do Grande ABC

29/09/2011 | 07:05


A ausência de Cézar de Carvalho na reunião da coordenadoria do PSDB no sábado causou mal-estar no ninho tucano no Grande ABC. O deputado federal William Dib (PSDB), coordenador do partido na região, não escondeu insatisfação pela falta do colega. Os diretórios de Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra não enviaram representantes para o encontro, em São Bernardo.

Cézar declarou que foi convidado em cima da hora. "O Dib não falou comigo. A secretária dele me ligou na sexta-feira avisando. Estava viajando e não pude comparecer. Da primeira vez, não nos convidaram e agora chamam em cima da hora. Nunca falei com ele sobre isso", disparou o tucano.

Por meio de nota, o secretário-geral da coordenadoria tucana, Dirceu Piotto, afirmou que o aviso da reunião ocorreu na quinta-feira por e-mail, sendo reforçado por telefone na sexta-feira.

Cézar criticou a postura do grupo. "Não trabalho com bola de cristal para saber quando haverá ou não reunião. Quando eu era coordenador (cargo que ocupou até agosto), falava com os integrantes dez dias antes. A partir do momento em que marcarem as coisas com antecedência, eu estarei lá", salientou.

O presidente do PSDB em Ribeirão Pires, Marcus Tibério, declarou que não foi avisado sobre o encontro. "Amanhã (hoje) vou entrar em contato com o pessoal da coordenação para ver se perderam meu telefone ou meu e-mail. Foi falha de comunicação", amenizou.

No sábado, Dib disse ao Diário que o posicionamento de Cézar pode ser resquício das eleições internas. Na ocasião, o ex-coordenador apoiava eleição do prefeito de Rio Grande da Serra, Adler Kiko Teixeira (PSDB). "Não mexo em águas passadas. Meu olhar é para frente", desconversou.

O racha, na visão do tucano, não vai prejudicar sua pré-candidatura ao Paço de Ribeirão Pires. "Jamais. Minha candidatura é consolidada", disse Cézar, que trabalha na Secretaria Estadual de Desenvolvimento Metropolitano e nutre boa relação com a executiva paulista do PSDB.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;