Fechar
Publicidade

Domingo, 7 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Ringue virtual

Que o vereador de Ribeirão Pires Saulo Benevides - de saída do PV rumo ao PMDB - e o tucano Cézar de


Do Diário do Grande ABC

29/09/2011 | 00:00


Que o vereador de Ribeirão Pires Saulo Benevides - de saída do PV rumo ao PMDB - e o tucano Cézar de Carvalho não são lá muito afinados no cenário político da cidade, isso todo mundo sabe. Os dois até tiveram momento de proximidade em 2006, mas logo depois se distanciaram e trilharam caminhos diferentes no município. Mas, recentemente, uma troca de mensagens na rede social Facebook deixou o clima entre os dois bem mais quente do que o habitual. Tudo por conta do fato de Saulo ter enviado a Cézar convite para o ato de filiação no PMDB, no sábado, junto com cópia de ficha do partido. O tucano entendeu o envio como provocação e soltou cobras e lagartos contra o neopeemedebista na internet. Cézar disse no Facebook que Saulo tinha tomado "atitude de moleque". O vereador pediu desculpas e afirmou que a ficha anexada foi modelo feito para todos apenas para facilitar a impressão. Os comentários surgiram defendendo os dois lados e agitaram o cenário político. Isso porque ainda estamos a um ano da eleição municipal para a sucessão de Clóvis Volpi. Imagine o que vem por aí...

Eu te disse ...

Esta coluna publicou recentemente que a Prefeitura de Mauá tem conversado com o empresário José Carlos Grecco - que é próximo ao grupo do ex-prefeito Leonel Damo e da deputada estadual Vanessa Damo (PMDB) - para fazer espécie de permuta: o município dá área para ele construir um porto seco e em troca realizaria obras de pavimentação da marginal, na região central. Pois bem. Eis que os vereadores votam na terça-feira projeto de lei do Executivo que autoriza a administração a alienar área de 98 mil m², no Sertãozinho, avaliada em R$ 24 milhões. Só que no artigo segundo, o texto do projeto diz que o pagamento pode ser feito por meio de obras públicas, o que bate com a história envolvendo o governo de Oswaldo Dias (PT) e José Carlos Grecco. Para isso será feita licitação na modalidade concorrência. Vamos acompanhar atentamente o resultado desse certame na cidade e aí voltamos ao assunto...

Sermão eleitoral

O secretário de Inclusão Social de Santo André, padre Antonio Francisco Silva, parece ter tomado gosto pela veia política. Tanto é que ele já tem acertado sua entrada no PTdoB para sair candidato a vereador no ano que vem. Resta só saber como a comunidade em que ele sempre esteve envolvido, no meio religioso, irá reagir à guinada na carreira do pároco.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Ringue virtual

Que o vereador de Ribeirão Pires Saulo Benevides - de saída do PV rumo ao PMDB - e o tucano Cézar de

Do Diário do Grande ABC

29/09/2011 | 00:00


Que o vereador de Ribeirão Pires Saulo Benevides - de saída do PV rumo ao PMDB - e o tucano Cézar de Carvalho não são lá muito afinados no cenário político da cidade, isso todo mundo sabe. Os dois até tiveram momento de proximidade em 2006, mas logo depois se distanciaram e trilharam caminhos diferentes no município. Mas, recentemente, uma troca de mensagens na rede social Facebook deixou o clima entre os dois bem mais quente do que o habitual. Tudo por conta do fato de Saulo ter enviado a Cézar convite para o ato de filiação no PMDB, no sábado, junto com cópia de ficha do partido. O tucano entendeu o envio como provocação e soltou cobras e lagartos contra o neopeemedebista na internet. Cézar disse no Facebook que Saulo tinha tomado "atitude de moleque". O vereador pediu desculpas e afirmou que a ficha anexada foi modelo feito para todos apenas para facilitar a impressão. Os comentários surgiram defendendo os dois lados e agitaram o cenário político. Isso porque ainda estamos a um ano da eleição municipal para a sucessão de Clóvis Volpi. Imagine o que vem por aí...

Eu te disse ...

Esta coluna publicou recentemente que a Prefeitura de Mauá tem conversado com o empresário José Carlos Grecco - que é próximo ao grupo do ex-prefeito Leonel Damo e da deputada estadual Vanessa Damo (PMDB) - para fazer espécie de permuta: o município dá área para ele construir um porto seco e em troca realizaria obras de pavimentação da marginal, na região central. Pois bem. Eis que os vereadores votam na terça-feira projeto de lei do Executivo que autoriza a administração a alienar área de 98 mil m², no Sertãozinho, avaliada em R$ 24 milhões. Só que no artigo segundo, o texto do projeto diz que o pagamento pode ser feito por meio de obras públicas, o que bate com a história envolvendo o governo de Oswaldo Dias (PT) e José Carlos Grecco. Para isso será feita licitação na modalidade concorrência. Vamos acompanhar atentamente o resultado desse certame na cidade e aí voltamos ao assunto...

Sermão eleitoral

O secretário de Inclusão Social de Santo André, padre Antonio Francisco Silva, parece ter tomado gosto pela veia política. Tanto é que ele já tem acertado sua entrada no PTdoB para sair candidato a vereador no ano que vem. Resta só saber como a comunidade em que ele sempre esteve envolvido, no meio religioso, irá reagir à guinada na carreira do pároco.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;