Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 3 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Comandante-geral da
PM do Rio deixa o cargo



29/09/2011 | 00:26


O comandante-geral da Polícia Militar (PM), coronel Mário Sérgio Duarte, pediu exoneração do cargo ontem, requisição aceita pelo secretário de Segurança do Rio de Janeiro, José Mariano Beltrame. Segundo nota da Secretaria de Segurança Pública do Rio de Janeiro (SSPRJ), "o nome do novo comandante-geral da PM será divulgado o mais breve possível".

Em carta enviada a Beltrame, Duarte diz que deixa a função para "não deixar nenhum espaço para dúvidas quanto a minha responsabilidade no processo de escolha dos Comandantes, Chefes e Diretores da Corporação". Ele explica que se refere ao "indiciamento do tenente-coronel Cláudio Luiz Silva de Oliveira no homicídio da Juíza Patrícia Acioli, e sua consequente prisão temporária".

A nota da SSPRJ informa que "O ex-comandante Mário Sérgio reconheceu o equívoco e ciente do desgaste institucional decorrente de sua escolha, pediu, voluntariamente e em caráter irrevogável, para deixar o comando da PM". Duarte está de licença médica em decorrência de uma cirurgia.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Comandante-geral da
PM do Rio deixa o cargo


29/09/2011 | 00:26


O comandante-geral da Polícia Militar (PM), coronel Mário Sérgio Duarte, pediu exoneração do cargo ontem, requisição aceita pelo secretário de Segurança do Rio de Janeiro, José Mariano Beltrame. Segundo nota da Secretaria de Segurança Pública do Rio de Janeiro (SSPRJ), "o nome do novo comandante-geral da PM será divulgado o mais breve possível".

Em carta enviada a Beltrame, Duarte diz que deixa a função para "não deixar nenhum espaço para dúvidas quanto a minha responsabilidade no processo de escolha dos Comandantes, Chefes e Diretores da Corporação". Ele explica que se refere ao "indiciamento do tenente-coronel Cláudio Luiz Silva de Oliveira no homicídio da Juíza Patrícia Acioli, e sua consequente prisão temporária".

A nota da SSPRJ informa que "O ex-comandante Mário Sérgio reconheceu o equívoco e ciente do desgaste institucional decorrente de sua escolha, pediu, voluntariamente e em caráter irrevogável, para deixar o comando da PM". Duarte está de licença médica em decorrência de uma cirurgia.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;