Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 20 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Na bronca, Osorio reclama de omissão sobre crise financeira

Divulgação  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Técnico negou ter sido enganado por diretoria, mas chiou sobre a venda de três jogadores titulares para abastecer os cofres do S.Paulo


Felipe Simões
Do Diário do Grande ABC

27/06/2015 | 07:00


A negociação de três jogadores titulares do São Paulo – Rodrigo Caio, Paulo Miranda e Denilson – nas últimas semanas irritou o técnico colombiano Juan Carlos Osorio. Ontem, o treinador aproveitou a entrevista coletiva para reclamar da omissão da diretoria sobre a real situação financeira do clube quando foi contratado, no fim de maio.

“Não falo que mentiram para mim. Mas tampouco me falaram da situação econômica tão delicada do clube. Eu não sabia. É diferente. Não me enganaram, mas também não me disseram. Agora entendo melhor. Mas não pensava que o problema econômico era tão grande e que tínhamos de perder três jogadores ao mesmo tempo. Eu entendia um, mas três é muito difícil”, reclamou o colombiano, que respondeu à pergunta em castelhano em vez de se expressar em português, como tradicionalmente faz. “Expliquei bem?”

Apesar da crítica, Osorio garantiu não estar arrependido de ter assinado contrato com o São Paulo. “Arrependido? Nunca. Estou feliz de estar aqui e continuo motivado. Mas tenho de responder a vocês e aos torcedores e falar com clareza e objetividade”, destacou.

O colombiano também revelou que indicou dois atletas para repor as perdas, mas não deu dicas de quem seriam os jogadores. “Conversei com eles (da diretoria) e sugeri dois jogadores que conheço e são acessíveis para o clube”, limitou-se a dizer o técnico, que também comentou ter pedido a permanência de Dória, cujo empréstimo junto ao Olympique de Marselha, da França, termina terça-feira.

“Tenho expectativa de manter Dória conosco. Pedi para a diretoria que façamos um esforço grande para mantê-lo”, declarou Osorio.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Na bronca, Osorio reclama de omissão sobre crise financeira

Técnico negou ter sido enganado por diretoria, mas chiou sobre a venda de três jogadores titulares para abastecer os cofres do S.Paulo

Felipe Simões
Do Diário do Grande ABC

27/06/2015 | 07:00


A negociação de três jogadores titulares do São Paulo – Rodrigo Caio, Paulo Miranda e Denilson – nas últimas semanas irritou o técnico colombiano Juan Carlos Osorio. Ontem, o treinador aproveitou a entrevista coletiva para reclamar da omissão da diretoria sobre a real situação financeira do clube quando foi contratado, no fim de maio.

“Não falo que mentiram para mim. Mas tampouco me falaram da situação econômica tão delicada do clube. Eu não sabia. É diferente. Não me enganaram, mas também não me disseram. Agora entendo melhor. Mas não pensava que o problema econômico era tão grande e que tínhamos de perder três jogadores ao mesmo tempo. Eu entendia um, mas três é muito difícil”, reclamou o colombiano, que respondeu à pergunta em castelhano em vez de se expressar em português, como tradicionalmente faz. “Expliquei bem?”

Apesar da crítica, Osorio garantiu não estar arrependido de ter assinado contrato com o São Paulo. “Arrependido? Nunca. Estou feliz de estar aqui e continuo motivado. Mas tenho de responder a vocês e aos torcedores e falar com clareza e objetividade”, destacou.

O colombiano também revelou que indicou dois atletas para repor as perdas, mas não deu dicas de quem seriam os jogadores. “Conversei com eles (da diretoria) e sugeri dois jogadores que conheço e são acessíveis para o clube”, limitou-se a dizer o técnico, que também comentou ter pedido a permanência de Dória, cujo empréstimo junto ao Olympique de Marselha, da França, termina terça-feira.

“Tenho expectativa de manter Dória conosco. Pedi para a diretoria que façamos um esforço grande para mantê-lo”, declarou Osorio.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;