Fechar
Publicidade

Sábado, 8 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Sesc Santo André abre programação especial


Sara Saar
Do Diário do Grande ABC

15/01/2011 | 07:01


Difícil não cantarolar versos do sambista Adoniran Barbosa (1910-1982), que muitas vezes mescla de humor e tristeza. Inspirado em situações do cotidiano, ambientadas em bairros como Bixiga, descreveu São Paulo de maneira ímpar.

O repertório do lendário autor - nascido em Valinhos e estabelecido em São Paulo aos 22 anos - motivou o projeto 'Adoniran Barbosa - 100 Primeiros Anos', que começará hoje, no Sesc Santo André (Rua Tamarutaca, 302 .Tel: 4469-1200), com atrações de até R$ 12.

A programação terá abertura às 20h com o show 'Vida Rouca', comandado pela dupla Wandi Doratiotto e Danilo Moraes, que desconstrói arranjos originais de João Rubinato (nome de batismo), sem deixar de preservar a genialidade, enquanto executa cavaquinho, violão e guitarra. Estão garantidas composições de sucesso que evidenciam a faceta como humorista.

A agenda seguirá amanhã, no mesmo horário, com o intérprete Marco Antonio Vilalba, o Passoca, que produziu o disco 'Passoca Canta Inéditos de Adoniran'. Na companhia de Thomas Howard (violão de 7 cordas) e Alê Ribeiro (clarinete), exibe inéditas e clássicos como 'Saudosa Maloca'.

No próximo fim de semana (dias 22 e 23), às 20h, será a vez do musical 'Ado(ni)rando'. Dirigido por Eudosia Acunã Quinteiro, o espetáculo privilegia as figuras femininas que passaram pela obra de Adoniran, caso de 'Iracema'.

Já a Cia. Burucutu dará sequência com a intervenção 'Cadê o Arnesto?' na terça-feira (dia 25), às 18h. Sem se deter a canções de apelo popular, o grupo de músicos-atores convidará os presentes para acompanhá-lo pela unidade.

No mesmo dia, às 20h, a voz grave de Maria Alcina relembrará histórias do homenageado no intervalo de canções que incluem sambas e marchinhas.

No sábado (dia 29), às 20h, a banda Velhas Virgens, capitaneada por Paulo Carvalho (voz e gaita), ainda fará o show 'Carnavelhas II', inspirado em canções que citam espaços e personalidades de São Paulo.

O cantor Carlinhos Vergueiro, que fez o clássico 'Torresmo à Milanesa' em parceria com Adoniran, encerrará a programação no domingo (dia 30), às 20h. Além de sucessos, entoará músicas menos conhecidas, como 'Véspera de Natal'.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Sesc Santo André abre programação especial

Sara Saar
Do Diário do Grande ABC

15/01/2011 | 07:01


Difícil não cantarolar versos do sambista Adoniran Barbosa (1910-1982), que muitas vezes mescla de humor e tristeza. Inspirado em situações do cotidiano, ambientadas em bairros como Bixiga, descreveu São Paulo de maneira ímpar.

O repertório do lendário autor - nascido em Valinhos e estabelecido em São Paulo aos 22 anos - motivou o projeto 'Adoniran Barbosa - 100 Primeiros Anos', que começará hoje, no Sesc Santo André (Rua Tamarutaca, 302 .Tel: 4469-1200), com atrações de até R$ 12.

A programação terá abertura às 20h com o show 'Vida Rouca', comandado pela dupla Wandi Doratiotto e Danilo Moraes, que desconstrói arranjos originais de João Rubinato (nome de batismo), sem deixar de preservar a genialidade, enquanto executa cavaquinho, violão e guitarra. Estão garantidas composições de sucesso que evidenciam a faceta como humorista.

A agenda seguirá amanhã, no mesmo horário, com o intérprete Marco Antonio Vilalba, o Passoca, que produziu o disco 'Passoca Canta Inéditos de Adoniran'. Na companhia de Thomas Howard (violão de 7 cordas) e Alê Ribeiro (clarinete), exibe inéditas e clássicos como 'Saudosa Maloca'.

No próximo fim de semana (dias 22 e 23), às 20h, será a vez do musical 'Ado(ni)rando'. Dirigido por Eudosia Acunã Quinteiro, o espetáculo privilegia as figuras femininas que passaram pela obra de Adoniran, caso de 'Iracema'.

Já a Cia. Burucutu dará sequência com a intervenção 'Cadê o Arnesto?' na terça-feira (dia 25), às 18h. Sem se deter a canções de apelo popular, o grupo de músicos-atores convidará os presentes para acompanhá-lo pela unidade.

No mesmo dia, às 20h, a voz grave de Maria Alcina relembrará histórias do homenageado no intervalo de canções que incluem sambas e marchinhas.

No sábado (dia 29), às 20h, a banda Velhas Virgens, capitaneada por Paulo Carvalho (voz e gaita), ainda fará o show 'Carnavelhas II', inspirado em canções que citam espaços e personalidades de São Paulo.

O cantor Carlinhos Vergueiro, que fez o clássico 'Torresmo à Milanesa' em parceria com Adoniran, encerrará a programação no domingo (dia 30), às 20h. Além de sucessos, entoará músicas menos conhecidas, como 'Véspera de Natal'.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;