Fechar
Publicidade

Sábado, 5 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Turismo

turismo@dgabc.com.br | 4435-8367

Caraguá e suas atrações


Margareth Meza
Especial para o Diário

31/01/2008 | 07:00


Além de 29 quilômetros de praias, cachoeiras, Mata Atlântica e um nome difícil de se pronunciar, Caraguatatuba oferece, como grande parte das cidades litorâneas do Estado, alguns monumentos que podem ser visitados.

No Centro, além de dois quilômetros de orla, há locais que representam capítulos da história da cidade. Exemplo disso é a Torneira Central, na Praça Cândido Motta, oficialmente inaugurada em 1957 para marcar o início do abastecimento de água no município. No entanto, apesar do propósito, ela não libera água, já que possui tamanho acima da média e caráter apenas simbólico.

No mesmo local, aproveite para visitar a Igreja Matriz, que já perdeu grande parte de suas características originais. Não se sabe ao certo a data de sua edificação, mas se tem conhecimento que é do século 17.

Inicialmente, foi erguida sob a forma de uma pequena capela, e se transformou na Igreja Matriz nos anos 1940, quando a capelinha passou por uma grande reforma. No decorrer das décadas seguintes, sofreu novas modificações e ampliações, uma delas em meados de 1990.

Ainda na praça, há um relógio do sol, construído em 1957 em ocasião do centenário da cidade. Há pelo menos 10 anos não funciona mais, mas possui em sua pintura o mapa do município com a frase Horas non numero nisi serenas, em latim. Traduzida para o português, significa “Só marco horas serenas da vida”.

Por fim, passe pelo Monumento do Sesquicentenário, localizado nas redondezas. A instalação foi feita ano passado em homenagem aos 150 anos da estância balneária, que faz aniversário em 20 de abril.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Caraguá e suas atrações

Margareth Meza
Especial para o Diário

31/01/2008 | 07:00


Além de 29 quilômetros de praias, cachoeiras, Mata Atlântica e um nome difícil de se pronunciar, Caraguatatuba oferece, como grande parte das cidades litorâneas do Estado, alguns monumentos que podem ser visitados.

No Centro, além de dois quilômetros de orla, há locais que representam capítulos da história da cidade. Exemplo disso é a Torneira Central, na Praça Cândido Motta, oficialmente inaugurada em 1957 para marcar o início do abastecimento de água no município. No entanto, apesar do propósito, ela não libera água, já que possui tamanho acima da média e caráter apenas simbólico.

No mesmo local, aproveite para visitar a Igreja Matriz, que já perdeu grande parte de suas características originais. Não se sabe ao certo a data de sua edificação, mas se tem conhecimento que é do século 17.

Inicialmente, foi erguida sob a forma de uma pequena capela, e se transformou na Igreja Matriz nos anos 1940, quando a capelinha passou por uma grande reforma. No decorrer das décadas seguintes, sofreu novas modificações e ampliações, uma delas em meados de 1990.

Ainda na praça, há um relógio do sol, construído em 1957 em ocasião do centenário da cidade. Há pelo menos 10 anos não funciona mais, mas possui em sua pintura o mapa do município com a frase Horas non numero nisi serenas, em latim. Traduzida para o português, significa “Só marco horas serenas da vida”.

Por fim, passe pelo Monumento do Sesquicentenário, localizado nas redondezas. A instalação foi feita ano passado em homenagem aos 150 anos da estância balneária, que faz aniversário em 20 de abril.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;