Fechar
Publicidade

Domingo, 5 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Queda de placa no aeroporto de São Luís fere funcionária



05/04/2011 | 05:56


Uma placa de acrílico de cinco metros de largura por dois de altura instalada na área de check-in do aeroporto internacional Marechal Hugo Cunha Machado, em São Luís, no Maranhão, caiu na tarde de ontem, ferindo uma funcionária.

 

A placa funcionava como divisor do fluxo de passageiros no terminal temporário do aeroporto, adaptado para receber passageiros até que a reforma no terminal principal seja concluída.

 

O terminal principal foi interditado no dia 18 de março como medida para garantir a segurança dos usuários, pois havia risco de desabamento da estrutura metálica da cobertura. A previsão é de que a reforma termine em cinco meses.

 

Todas as operações de embarque e desembarque estão sendo feitas de forma precária, utilizando o antigo terminal de passageiros. Uma tenda foi montada em frente para abrigar os passageiros que irão embarcar.

 

Para compensar o desconforto, a Infraero reduziu temporariamente a taxa de embarque. O valor da taxa para voos nacionais passou de R$ 20,66 para R$ 13,44, e para voos internacionais houve redução de R$ 67 para R$ 44.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Queda de placa no aeroporto de São Luís fere funcionária


05/04/2011 | 05:56


Uma placa de acrílico de cinco metros de largura por dois de altura instalada na área de check-in do aeroporto internacional Marechal Hugo Cunha Machado, em São Luís, no Maranhão, caiu na tarde de ontem, ferindo uma funcionária.

 

A placa funcionava como divisor do fluxo de passageiros no terminal temporário do aeroporto, adaptado para receber passageiros até que a reforma no terminal principal seja concluída.

 

O terminal principal foi interditado no dia 18 de março como medida para garantir a segurança dos usuários, pois havia risco de desabamento da estrutura metálica da cobertura. A previsão é de que a reforma termine em cinco meses.

 

Todas as operações de embarque e desembarque estão sendo feitas de forma precária, utilizando o antigo terminal de passageiros. Uma tenda foi montada em frente para abrigar os passageiros que irão embarcar.

 

Para compensar o desconforto, a Infraero reduziu temporariamente a taxa de embarque. O valor da taxa para voos nacionais passou de R$ 20,66 para R$ 13,44, e para voos internacionais houve redução de R$ 67 para R$ 44.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;