Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 9 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Santo André compra
20 motos para trânsito

Com a aquisição, frota foi multiplicada por cinco; os novos
veículos serão utilizados para organizar o tráfego na cidade


Fábio Munhoz
Do Diário do Grande ABC

13/04/2013 | 07:00


Foram entregues ontem 20 motocicletas ao DST (Departamento de Segurança de Trânsito) de Santo André. Com os novos veículos, a frota destinada à fiscalização das vias da cidade chegou a 25 - o quíntuplo do total que era disponibilizado para essa finalidade. Os agentes receberam também cinco caminhonetes. O investimento total foi de quase R$ 645 mil.

Segundo o secretário de Segurança Pública Urbana e Trânsito, o coronel da reserva José Luís Navarro, três das cinco motocicletas do departamento estavam quebradas e fora de uso. O titular da Pasta informa que os veículos irão agilizar a organização do fluxo em casos de acidentes e outros fatores que provoquem congestionamentos, como semáforos quebrados e enchentes. "Os agentes atendem cerca de 2.000 solicitações de munícipes por dia."

As equipes também são enviadas a vias onde haja veículos estacionados em local proibido. Ao todo, o departamento conta ainda com 43 automóveis, seis caminhões.

O diretor do DST, Epeus Pinto Monteiro, explica que foi dada preferência às motos pela facilidade de deslocamento. "Elas chegam mais rápido aos locais necessários." Os veículos têm 250 cilindradas. "Essa é a potência adequada para a cidade, pois, motos mais fortes ocupam mais espaço e têm mais dificuldade para andar no trânsito", acrescenta.

Também foi iniciada ontem a operação Moto Cidadã, feita pela GCM (Guarda Civil Municipal) em toda a cidade. Todos os dias, as 33 motos serão enviadas a locais pré-determinados. "O objetivo é dar visibilidade à guarda. Não adianta só dizer que tem se ninguém vê. Isso coíbe a criminalidade", avalia o ex-comandante da Polícia Militar no Grande ABC.

PASSARELA

Foram abertas ontem as propostas para construção de passarela na Avenida Prestes Maia, em frente ao núcleo Tamarutaca. O secretário de Obras e Serviços Públicos, Paulinho Serra, informa que sete empresas se apresentaram. Destas, quatro forneceram preços e, portanto, estão habilitadas.

De acordo com Paulinho, a comissão de licitações tem 48 horas para examinar as propostas, que devem ser divulgadas à imprensa na segunda-feira. A previsão é de que a obra custe cerca de R$ 1,8 milhão e comece a ser feita em abril. O tempo estimado para conclusão é de quatro a seis meses. A passagem elevada permitirá a remoção de semáforo na via, que provoca lentidão em todo o Corredor ABD.

Secretário cita Diário e promete agilizar solução de gargalos

O secretário de Segurança Pública Urbana e Trânsito, José Luís Navarro, garante que as novas motos entregues ao DST (Departamento de Segurança de Trânsito) irão agilizar o atendimento em locais com registro de engarrafamento. Em discurso, titular da Pasta citou a reportagem do Diário publicada ontem sobre problema causado por semáforo no cruzamento das ruas das Figueiras e das Monções.

"Peguei o jornal e vi a pergunta ‘quem não se irrita com isto'? De fato isso irrita mesmo e nosso desafio é trabalhar para melhorar isso", comenta o ex-comandante da Polícia Militar no Grande ABC. O Diário irá publicar semanalmente matérias sobre problemas de mobilidade em outros pontos da região. Envie sua sugestão para setecidades@dgabc.com.br.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Santo André compra
20 motos para trânsito

Com a aquisição, frota foi multiplicada por cinco; os novos
veículos serão utilizados para organizar o tráfego na cidade

Fábio Munhoz
Do Diário do Grande ABC

13/04/2013 | 07:00


Foram entregues ontem 20 motocicletas ao DST (Departamento de Segurança de Trânsito) de Santo André. Com os novos veículos, a frota destinada à fiscalização das vias da cidade chegou a 25 - o quíntuplo do total que era disponibilizado para essa finalidade. Os agentes receberam também cinco caminhonetes. O investimento total foi de quase R$ 645 mil.

Segundo o secretário de Segurança Pública Urbana e Trânsito, o coronel da reserva José Luís Navarro, três das cinco motocicletas do departamento estavam quebradas e fora de uso. O titular da Pasta informa que os veículos irão agilizar a organização do fluxo em casos de acidentes e outros fatores que provoquem congestionamentos, como semáforos quebrados e enchentes. "Os agentes atendem cerca de 2.000 solicitações de munícipes por dia."

As equipes também são enviadas a vias onde haja veículos estacionados em local proibido. Ao todo, o departamento conta ainda com 43 automóveis, seis caminhões.

O diretor do DST, Epeus Pinto Monteiro, explica que foi dada preferência às motos pela facilidade de deslocamento. "Elas chegam mais rápido aos locais necessários." Os veículos têm 250 cilindradas. "Essa é a potência adequada para a cidade, pois, motos mais fortes ocupam mais espaço e têm mais dificuldade para andar no trânsito", acrescenta.

Também foi iniciada ontem a operação Moto Cidadã, feita pela GCM (Guarda Civil Municipal) em toda a cidade. Todos os dias, as 33 motos serão enviadas a locais pré-determinados. "O objetivo é dar visibilidade à guarda. Não adianta só dizer que tem se ninguém vê. Isso coíbe a criminalidade", avalia o ex-comandante da Polícia Militar no Grande ABC.

PASSARELA

Foram abertas ontem as propostas para construção de passarela na Avenida Prestes Maia, em frente ao núcleo Tamarutaca. O secretário de Obras e Serviços Públicos, Paulinho Serra, informa que sete empresas se apresentaram. Destas, quatro forneceram preços e, portanto, estão habilitadas.

De acordo com Paulinho, a comissão de licitações tem 48 horas para examinar as propostas, que devem ser divulgadas à imprensa na segunda-feira. A previsão é de que a obra custe cerca de R$ 1,8 milhão e comece a ser feita em abril. O tempo estimado para conclusão é de quatro a seis meses. A passagem elevada permitirá a remoção de semáforo na via, que provoca lentidão em todo o Corredor ABD.

Secretário cita Diário e promete agilizar solução de gargalos

O secretário de Segurança Pública Urbana e Trânsito, José Luís Navarro, garante que as novas motos entregues ao DST (Departamento de Segurança de Trânsito) irão agilizar o atendimento em locais com registro de engarrafamento. Em discurso, titular da Pasta citou a reportagem do Diário publicada ontem sobre problema causado por semáforo no cruzamento das ruas das Figueiras e das Monções.

"Peguei o jornal e vi a pergunta ‘quem não se irrita com isto'? De fato isso irrita mesmo e nosso desafio é trabalhar para melhorar isso", comenta o ex-comandante da Polícia Militar no Grande ABC. O Diário irá publicar semanalmente matérias sobre problemas de mobilidade em outros pontos da região. Envie sua sugestão para setecidades@dgabc.com.br.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;