Fechar
Publicidade

Sábado, 14 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

dmais@dgabc.com.br | 4435-8396

Para júri convidado, o diferencial é ser original


Do Diário do Grande ABC

07/04/2013 | 07:00


O concurso de bandas do D+ foi dividido em três fases, sendo que um júri interno vai escolher as oito melhores e júri convidado vais definir as quatro vencedoras. O produtor musical Wilson Gava aceitou o desafio. "Vai ser experiência valiosa para essas bandas. O Grande ABC é celeiro de talentos."

Caio Mesquita também vai opinar. "O concurso é a chance que os grupos têm de ser reconhecidos em uma época de tanta concorrência", diz o músico, que participou de festivais na escola. "Foi um primeiro passo importante. Subir ao palco é sensação única."

Entre os critérios que serão avaliados estão afinação, harmonia, qualidade da letra, criatividade, arranjo, técnica, entrosamento e identidade visual. "Para os que escolherem fazer cover, vai contar se a releitura tem toque de originalidade", dá a dica Wilson Gava.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Para júri convidado, o diferencial é ser original

Do Diário do Grande ABC

07/04/2013 | 07:00


O concurso de bandas do D+ foi dividido em três fases, sendo que um júri interno vai escolher as oito melhores e júri convidado vais definir as quatro vencedoras. O produtor musical Wilson Gava aceitou o desafio. "Vai ser experiência valiosa para essas bandas. O Grande ABC é celeiro de talentos."

Caio Mesquita também vai opinar. "O concurso é a chance que os grupos têm de ser reconhecidos em uma época de tanta concorrência", diz o músico, que participou de festivais na escola. "Foi um primeiro passo importante. Subir ao palco é sensação única."

Entre os critérios que serão avaliados estão afinação, harmonia, qualidade da letra, criatividade, arranjo, técnica, entrosamento e identidade visual. "Para os que escolherem fazer cover, vai contar se a releitura tem toque de originalidade", dá a dica Wilson Gava.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;