Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 25 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Olhares microscópicos sobre dramas humanos


Sara Saar
Especial para o Diário

13/08/2009 | 07:00


Figuras anônimas, quase invisíveis na sociedade, ganham vida na série "Retratos Falantes". A companhia Tapa sobe ao palco do Sesc Santo André, no fim de semana, com quatro monólogos do dramaturgo inglês Alan Bennett. Os textos foram escritos em 1987 para a BBC de Londres e traduzidos para as montagens brasileiras.

Sob direção de Eduardo Tolentino, o projeto exibe personagens tipicamente ingleses que têm em comum o estado de isolamento. "São pessoas que ficam presas à própria vida, mas cada uma do seu jeito", define.

No sábado, às 20h, o monólogo "Fritas no Açúcar" traz Brian Penido Ross na pele do protegido Graham, que cultiva relação de mútua dependência com a mãe esclerosada. O homem de meia-idade se sente abalado quando ela reencontra um antigo amor.

Em seguida, a atriz convidada Beatriz Segall encara "A Senhora das Cartas" como Irene, que sente-se a dona da verdade e sempre faz reclamações em jornais na tentativa de prestar serviço comunitário.

Segundo Tolentino, o público, por vezes, pode ser tomado por gargalhadas. É que as confusões são recheadas de comicidade. "Nenhum vive um grande drama, mas todos criam questões dramáticas. O humor, às vezes, beira o humor negro", conta.

No domingo, às 19h30, Chris Couto, em "A Sua Grande Chance", interpreta Lesley, atriz que tem conhecimento de todos os testes para elenco na cidade e não perde uma noite de estreia. Tudo porque espera ser convidada para assumir papel de destaque. "Ela sempre se mete em roubadas. Namora todos da filmagem para atingir o sucesso", adianta.

Clara Carvalho, que também assina a tradução dos textos, vive Susan em "Uma Cama entre Lentilhas". Ela é mulher de um reverendo anglicano, mas chega a questionar a existência de Deus. Uma alternativa para a vida cinzenta que leva é o refúgio no álcool, que pode até ser o vinho da missa.

Segundo Tolentino, o autor constrói pessoas reais com riqueza de detalhes. "Durante o espetáculo, é possível fechar os olhos e imaginar o espaço onde os personagens estão. Bennett lança um olhar microscópico sobre histórias que passam despercebidas", revela.

No sábado, às 16h, a atriz Clara ainda promove o workshop "Alan Bennett e Seus Retratos Falantes" para o público em geral. O encontro gratuito, que recebe inscrições na Central de Atendimento, discute os questionamentos do dramaturgo que conduziram o processo de criação da série.

Retratos Falantes - monólogos. Sáb., às 20h: Fritas no Açúcar e A Senhora das Cartas; dom., às 19h30: A Sua Grande Chance e Uma Cama entre Lentilhas. No Sesc Santo André - Rua Tamarutaca, 302. Tel.: 4469-1200. Ingr.: R$ 20.

(Supervisão Gislaine Gutierre)



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Olhares microscópicos sobre dramas humanos

Sara Saar
Especial para o Diário

13/08/2009 | 07:00


Figuras anônimas, quase invisíveis na sociedade, ganham vida na série "Retratos Falantes". A companhia Tapa sobe ao palco do Sesc Santo André, no fim de semana, com quatro monólogos do dramaturgo inglês Alan Bennett. Os textos foram escritos em 1987 para a BBC de Londres e traduzidos para as montagens brasileiras.

Sob direção de Eduardo Tolentino, o projeto exibe personagens tipicamente ingleses que têm em comum o estado de isolamento. "São pessoas que ficam presas à própria vida, mas cada uma do seu jeito", define.

No sábado, às 20h, o monólogo "Fritas no Açúcar" traz Brian Penido Ross na pele do protegido Graham, que cultiva relação de mútua dependência com a mãe esclerosada. O homem de meia-idade se sente abalado quando ela reencontra um antigo amor.

Em seguida, a atriz convidada Beatriz Segall encara "A Senhora das Cartas" como Irene, que sente-se a dona da verdade e sempre faz reclamações em jornais na tentativa de prestar serviço comunitário.

Segundo Tolentino, o público, por vezes, pode ser tomado por gargalhadas. É que as confusões são recheadas de comicidade. "Nenhum vive um grande drama, mas todos criam questões dramáticas. O humor, às vezes, beira o humor negro", conta.

No domingo, às 19h30, Chris Couto, em "A Sua Grande Chance", interpreta Lesley, atriz que tem conhecimento de todos os testes para elenco na cidade e não perde uma noite de estreia. Tudo porque espera ser convidada para assumir papel de destaque. "Ela sempre se mete em roubadas. Namora todos da filmagem para atingir o sucesso", adianta.

Clara Carvalho, que também assina a tradução dos textos, vive Susan em "Uma Cama entre Lentilhas". Ela é mulher de um reverendo anglicano, mas chega a questionar a existência de Deus. Uma alternativa para a vida cinzenta que leva é o refúgio no álcool, que pode até ser o vinho da missa.

Segundo Tolentino, o autor constrói pessoas reais com riqueza de detalhes. "Durante o espetáculo, é possível fechar os olhos e imaginar o espaço onde os personagens estão. Bennett lança um olhar microscópico sobre histórias que passam despercebidas", revela.

No sábado, às 16h, a atriz Clara ainda promove o workshop "Alan Bennett e Seus Retratos Falantes" para o público em geral. O encontro gratuito, que recebe inscrições na Central de Atendimento, discute os questionamentos do dramaturgo que conduziram o processo de criação da série.

Retratos Falantes - monólogos. Sáb., às 20h: Fritas no Açúcar e A Senhora das Cartas; dom., às 19h30: A Sua Grande Chance e Uma Cama entre Lentilhas. No Sesc Santo André - Rua Tamarutaca, 302. Tel.: 4469-1200. Ingr.: R$ 20.

(Supervisão Gislaine Gutierre)

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;