Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 21 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Volks diz que sairá da crise do mercado em posição mais forte



29/11/2008 | 07:00


A Volkswagen do Brasil vai enfrentar melhor do que seus concorrentes no País a crise econômica atual, afirmou o executivo-chefe da unidade, Thomans Schmall, em entrevista à agência Dow Jones.

Segundo ele, a companhia "vai sair da crise do mercado numa posição mais forte". Ele acrescentou: "Temos uma boa chance de aumentar nossa fatia de mercado no segmento de carros de passageiros no ano que vem".

Para ele, no segmento de veículos comerciais leves, devemos ter de fazer alguma coisa do lado da produção antes.

"Apesar da atual debilidade do mercado, o potencial de crescimento no médio e longo prazos no Brasil ainda é significativo", disse ele. As vendas de veículos no Brasil caíram 19% nas primeiras duas semanas de novembro em comparação com o registrado em igual período do ano passado. Mas o executivo disse que o mercado automobilístico brasileiro ainda está posicionado para se sair melhor do que o esperado este ano. "Vamos superar o crescimento de 6% do mercado que planejávamos para este ano. As próximas semanas mostrarão em quanto", disse ele.

Segundo o executivo, a empresa vai "rever a situação do mercado novamente em janeiro" e ajustar seus planos para 2009 de acordo.

O executivo afirmou também que a Volks ainda planeja investir R$ 3,2 bilhões no Brasil entre 2007 e 2011.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Volks diz que sairá da crise do mercado em posição mais forte


29/11/2008 | 07:00


A Volkswagen do Brasil vai enfrentar melhor do que seus concorrentes no País a crise econômica atual, afirmou o executivo-chefe da unidade, Thomans Schmall, em entrevista à agência Dow Jones.

Segundo ele, a companhia "vai sair da crise do mercado numa posição mais forte". Ele acrescentou: "Temos uma boa chance de aumentar nossa fatia de mercado no segmento de carros de passageiros no ano que vem".

Para ele, no segmento de veículos comerciais leves, devemos ter de fazer alguma coisa do lado da produção antes.

"Apesar da atual debilidade do mercado, o potencial de crescimento no médio e longo prazos no Brasil ainda é significativo", disse ele. As vendas de veículos no Brasil caíram 19% nas primeiras duas semanas de novembro em comparação com o registrado em igual período do ano passado. Mas o executivo disse que o mercado automobilístico brasileiro ainda está posicionado para se sair melhor do que o esperado este ano. "Vamos superar o crescimento de 6% do mercado que planejávamos para este ano. As próximas semanas mostrarão em quanto", disse ele.

Segundo o executivo, a empresa vai "rever a situação do mercado novamente em janeiro" e ajustar seus planos para 2009 de acordo.

O executivo afirmou também que a Volks ainda planeja investir R$ 3,2 bilhões no Brasil entre 2007 e 2011.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;