Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 21 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Federer comemora ouro olímpico e diz que Nadal merece ser o número um


Da AFP

17/08/2008 | 05:01


O suíço Roger Federer, ainda comemorando a medalha de ouro no torneio de duplas dos Jogos Olímpicos de Pequim, afirmou neste domingo que o espanhol Rafael Nadal merece a liderança do ranking mundial, o que acontecerá a partir de segunda-feira.

Federer, que conquistou o ouro ao lado de Stanislas Wawrinka, disse que Nadal tem jogado muito bem para conseguir a liderança.

"Isto é o que esperava e que desejei anos atrás, quando consegui o número um, que se alguém me superasse que fosse quem tivesse jogado incrivelmente bem, que tivesse vencido os principais torneios, basicamente que dominasse o esporte", declarou.

"Não queria que acontecesse de eu jogar mal e qualquer um conseguisse. Rafa merece", completou o tenista de 27 anos, que passou quatro anos e meio como líder do ranking da ATP.

Nadal, há três anos e meio como número dois, tem feito uma temporada fenomenal, com o quarto título em Roland Garros e o primeiro em Wimbledon, além da final olímpica.

Já Federer parece ter mais interesse em alcançar o recorde 14 títulos de Grand Slam de Pete Sampras do que em lutar pela liderança.

A fase ruim do suíço culminou na eliminação nas quartas-de-final dos Jogos Olímpicos para James Blake, em sua 12ª derrota na temporada.

Porém, Federer era todo sorriso depois de ter conquistado a primeira medalha olímpica em três tentativas, abraçando o parceiro no título, o número 10 do mundo Wawrinka.

Federer afirmou que a medalha de ouro olímpica é "um sonho que se tornou realidade", que ele tinha desde os 10 anos, quando viu Marc Rosset ganhar o ouro em Barcelona-1992.

Os próximos desafios de Federer são o Aberto dos Estados Unidos, já na próxima semana, onde é tetracampeão, e a Masters Cup de Xangai, torneio que já venceu quatro vezes, duas delas na cidade chinesa.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Federer comemora ouro olímpico e diz que Nadal merece ser o número um

Da AFP

17/08/2008 | 05:01


O suíço Roger Federer, ainda comemorando a medalha de ouro no torneio de duplas dos Jogos Olímpicos de Pequim, afirmou neste domingo que o espanhol Rafael Nadal merece a liderança do ranking mundial, o que acontecerá a partir de segunda-feira.

Federer, que conquistou o ouro ao lado de Stanislas Wawrinka, disse que Nadal tem jogado muito bem para conseguir a liderança.

"Isto é o que esperava e que desejei anos atrás, quando consegui o número um, que se alguém me superasse que fosse quem tivesse jogado incrivelmente bem, que tivesse vencido os principais torneios, basicamente que dominasse o esporte", declarou.

"Não queria que acontecesse de eu jogar mal e qualquer um conseguisse. Rafa merece", completou o tenista de 27 anos, que passou quatro anos e meio como líder do ranking da ATP.

Nadal, há três anos e meio como número dois, tem feito uma temporada fenomenal, com o quarto título em Roland Garros e o primeiro em Wimbledon, além da final olímpica.

Já Federer parece ter mais interesse em alcançar o recorde 14 títulos de Grand Slam de Pete Sampras do que em lutar pela liderança.

A fase ruim do suíço culminou na eliminação nas quartas-de-final dos Jogos Olímpicos para James Blake, em sua 12ª derrota na temporada.

Porém, Federer era todo sorriso depois de ter conquistado a primeira medalha olímpica em três tentativas, abraçando o parceiro no título, o número 10 do mundo Wawrinka.

Federer afirmou que a medalha de ouro olímpica é "um sonho que se tornou realidade", que ele tinha desde os 10 anos, quando viu Marc Rosset ganhar o ouro em Barcelona-1992.

Os próximos desafios de Federer são o Aberto dos Estados Unidos, já na próxima semana, onde é tetracampeão, e a Masters Cup de Xangai, torneio que já venceu quatro vezes, duas delas na cidade chinesa.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;