Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 16 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Garota de programa é morta dentro de motel


Rafael Ribeiro
Do Diário do Grande ABC

19/01/2013 | 07:00


A garota de programa Nanci Pedroso Soares da Roza, 27 anos, foi morta em um quarto de motel no bairro Demarchi, em São Bernardo, na madrugada de ontem. A Polícia Civil do 3º DP (Assunção), onde o caso foi registrado e será apurado, já pediu a prisão do farmacêutico Fabiam Curvelo Oliveira, 28, morador da Vila Pirajussara, na Zona Oeste da Capital, acusado como o autor do crime.

Nanci estava acompanhada de uma amiga, de 19 anos, moradora de Mogi das Cruzes, na Grande São Paulo, e que estava hospedada em sua casa, em São Mateus, na Zona Leste da Capital, há três dias.

Na noite de quinta-feira, a vítima convidou a amiga para acompanhá-la até a casa noturna onde trabalhava, próxima do Terminal Ferrazópolis. Foi lá, por volta das 2h, que elas conheceram Oliveira.

O farmacêutico ofereceu carona às duas de volta ao terminal e, durante o caminho, passou a negociar um programa com Nanci. A garota disse que só iria se a amiga fosse junto e ele teria de aumentar a oferta de R$ 150. Acertaram, então, discutir o assunto dentro do quarto do motel.

Segundo o relato da amiga à polícia, ela estava tomando banho quando escutou barulhos de murros na parede e suspiros vindos de Nanci. A jovem pensou que ela estivesse tendo relação sexual com o acusado e começou a se vestir. Mas Oliveira invadiu o banheiro e a agarrou pelos cabelos.

A amiga teve a roupa arrancada com força e foi jogada no chão. Nesse momento, percebeu que Nanci agonizava. Quando tentava respirar, o farmacêutico voltava a apertar o seu pescoço. Quando Oliveira se deu conta de que a vítima passou a sangrar, disse que iriam embora.

Oliveira ameaçou a outra menina. Disse que se quisesse rever os filhos era melhor obedecê-lo e não chamar a atenção da atendente na saída. Assim que deixaram o motel, ele jogou o corpo de Nanci nua na rua e pediu para que a amiga saísse do carro.

O acusado deixou o local levando grande parte dos pertences da vítima. A polícia não teve dificuldade em descobrir sua identidade porque ele pagou o motel com o próprio cartão de débito. No depoimento à polícia, a amiga disse que Oliveira esteve calmo todo o tempo e , de repente, ficou violento.

O farmacêutico foi reconhecido pela atendente do motel graças às fotos de seu perfil em uma rede social da internet. Através dele, a polícia apurou que ele namora e mora com a família. Foi pedida a sua prisão preventiva por homicídio qualificado. Em estado de choque, a amiga seguia internada em um hospital da cidade, cujo nome é mantido em sigilo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Garota de programa é morta dentro de motel

Rafael Ribeiro
Do Diário do Grande ABC

19/01/2013 | 07:00


A garota de programa Nanci Pedroso Soares da Roza, 27 anos, foi morta em um quarto de motel no bairro Demarchi, em São Bernardo, na madrugada de ontem. A Polícia Civil do 3º DP (Assunção), onde o caso foi registrado e será apurado, já pediu a prisão do farmacêutico Fabiam Curvelo Oliveira, 28, morador da Vila Pirajussara, na Zona Oeste da Capital, acusado como o autor do crime.

Nanci estava acompanhada de uma amiga, de 19 anos, moradora de Mogi das Cruzes, na Grande São Paulo, e que estava hospedada em sua casa, em São Mateus, na Zona Leste da Capital, há três dias.

Na noite de quinta-feira, a vítima convidou a amiga para acompanhá-la até a casa noturna onde trabalhava, próxima do Terminal Ferrazópolis. Foi lá, por volta das 2h, que elas conheceram Oliveira.

O farmacêutico ofereceu carona às duas de volta ao terminal e, durante o caminho, passou a negociar um programa com Nanci. A garota disse que só iria se a amiga fosse junto e ele teria de aumentar a oferta de R$ 150. Acertaram, então, discutir o assunto dentro do quarto do motel.

Segundo o relato da amiga à polícia, ela estava tomando banho quando escutou barulhos de murros na parede e suspiros vindos de Nanci. A jovem pensou que ela estivesse tendo relação sexual com o acusado e começou a se vestir. Mas Oliveira invadiu o banheiro e a agarrou pelos cabelos.

A amiga teve a roupa arrancada com força e foi jogada no chão. Nesse momento, percebeu que Nanci agonizava. Quando tentava respirar, o farmacêutico voltava a apertar o seu pescoço. Quando Oliveira se deu conta de que a vítima passou a sangrar, disse que iriam embora.

Oliveira ameaçou a outra menina. Disse que se quisesse rever os filhos era melhor obedecê-lo e não chamar a atenção da atendente na saída. Assim que deixaram o motel, ele jogou o corpo de Nanci nua na rua e pediu para que a amiga saísse do carro.

O acusado deixou o local levando grande parte dos pertences da vítima. A polícia não teve dificuldade em descobrir sua identidade porque ele pagou o motel com o próprio cartão de débito. No depoimento à polícia, a amiga disse que Oliveira esteve calmo todo o tempo e , de repente, ficou violento.

O farmacêutico foi reconhecido pela atendente do motel graças às fotos de seu perfil em uma rede social da internet. Através dele, a polícia apurou que ele namora e mora com a família. Foi pedida a sua prisão preventiva por homicídio qualificado. Em estado de choque, a amiga seguia internada em um hospital da cidade, cujo nome é mantido em sigilo.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;