Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 28 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

diarinho@dgabc.com.br | 4435-8396

Carrinho de catador de recicláveis vira arte

Denis Maciel/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Juliana Ravelli
Do Diário do Grande ABC

16/09/2012 | 07:00


Existem coisas muito presentes em nosso dia a dia, mas nem sempre damos atenção e as respeitamos como merecem. Um projeto sobre meio ambiente, desenvolvido por professoras da Emeb Professora Janet Mally Betti Simões, na Vila Industrial, em São Bernardo, fez os cerca de 109 alunos das turmas de 3º ano do período da tarde perceberem isso.

Por meio da atividade aprenderam a importância do trabalho dos catadores de lixo, responsáveis pela maior parte dos materiais reaproveitados e reciclados no Brasil. Meninos e meninas entrevistaram Carlos Alberto da Conceição, 47 anos, carroceiro há 25 anos e aluno na mesma escola do curso para adultos que não puderam estudar na infância.

"Fiquei impressionada quando ele falou que não gostava do trabalho porque as pessoas nos carros ficam buzinando e reclamando", diz Victoria Rayssa do Amaral Cruz, 8. "Também não ganha muito dinheiro. Não pensava que era tão difícil. Imaginava que só precisava colocar objetos na carroça", afirma Gabriela Isabela Mendonça Silva, 8.

Inspirados pela atitude do grafiteiro Mundano (saiba mais abaixo), os alunos transformaram o carrinho de Carlos em obra de arte. Todos, até mesmo funcionários da escola, ajudaram a reformar e pintá-lo. "Fiquei feliz porque deixei algo mais colorido e bonito para alguém usar", conta Gabriel Henrique de Camargo Oliveira, 8, que é antenado em reciclagem.

Na opinião de Letícia Vicente de Sousa, 8, outras escolas podem ter a mesma ideia. "É legal fazer o bem para uma pessoa. Depois, ela também pode ajudar a gente."

Ao ver o resultado, Carlos, que tem quatro filhos, ficou surpreso e muito contente. Agora, andará pelo bairro com seu carrinho artístico.

 

Projeto de grafiteiro ajuda catadores

Por meio do grafite, Thiago Mundano se esforça para colorir as acinzentadas paredes de São Paulo e, ao mesmo tempo, falar sobre problemas da cidade. Em 2007, observou carroceiro que andava pela rua. Teve uma ideia: pintar carrinhos e transformá-los em obras de arte ambulantes. Assim, quem sabe, as pessoas começariam a notar e respeitar mais esses profissionais. "Para muitos, eles são invisíveis", afirma.

E deu certo! No ano passado foi criado o Pimp My Carroça, projeto que une milhares de apoiadores e voluntários para grafitar e reformar (trocar pneus, colocar retrovisores, buzinas, entre outros acessórios de segurança) os carrinhos. Os carroceiros também recebem ajuda, como exames dos olhos e óculos. O Rio de Janeiro ganhou edição da iniciativa e outras cidades já estão interessadas.

Mundano ficou superfeliz ao saber sobre a atitude dos alunos da Emeb Professora Janet Mally Betti Simões, em São Bernardo. "Desde pequenos estão se envolvendo com a reciclagem e a realidade do catador. Eles são o futuro. Que corram atrás de informação e transformação. Assim, vamos mudar o mundo."

 

Saiba mais sobre o Pimp My Carroça no www.pimpmycarroca.com. No http://vimeo.com/45878176 você confere documentário sobre o projeto. E quem tiver uma frase bacana pode enviá-la para o pimpmycarroca@gmail.com. Ela pode ser grafitada em um carrinho.

 

 

 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Carrinho de catador de recicláveis vira arte

Juliana Ravelli
Do Diário do Grande ABC

16/09/2012 | 07:00


Existem coisas muito presentes em nosso dia a dia, mas nem sempre damos atenção e as respeitamos como merecem. Um projeto sobre meio ambiente, desenvolvido por professoras da Emeb Professora Janet Mally Betti Simões, na Vila Industrial, em São Bernardo, fez os cerca de 109 alunos das turmas de 3º ano do período da tarde perceberem isso.

Por meio da atividade aprenderam a importância do trabalho dos catadores de lixo, responsáveis pela maior parte dos materiais reaproveitados e reciclados no Brasil. Meninos e meninas entrevistaram Carlos Alberto da Conceição, 47 anos, carroceiro há 25 anos e aluno na mesma escola do curso para adultos que não puderam estudar na infância.

"Fiquei impressionada quando ele falou que não gostava do trabalho porque as pessoas nos carros ficam buzinando e reclamando", diz Victoria Rayssa do Amaral Cruz, 8. "Também não ganha muito dinheiro. Não pensava que era tão difícil. Imaginava que só precisava colocar objetos na carroça", afirma Gabriela Isabela Mendonça Silva, 8.

Inspirados pela atitude do grafiteiro Mundano (saiba mais abaixo), os alunos transformaram o carrinho de Carlos em obra de arte. Todos, até mesmo funcionários da escola, ajudaram a reformar e pintá-lo. "Fiquei feliz porque deixei algo mais colorido e bonito para alguém usar", conta Gabriel Henrique de Camargo Oliveira, 8, que é antenado em reciclagem.

Na opinião de Letícia Vicente de Sousa, 8, outras escolas podem ter a mesma ideia. "É legal fazer o bem para uma pessoa. Depois, ela também pode ajudar a gente."

Ao ver o resultado, Carlos, que tem quatro filhos, ficou surpreso e muito contente. Agora, andará pelo bairro com seu carrinho artístico.

 

Projeto de grafiteiro ajuda catadores

Por meio do grafite, Thiago Mundano se esforça para colorir as acinzentadas paredes de São Paulo e, ao mesmo tempo, falar sobre problemas da cidade. Em 2007, observou carroceiro que andava pela rua. Teve uma ideia: pintar carrinhos e transformá-los em obras de arte ambulantes. Assim, quem sabe, as pessoas começariam a notar e respeitar mais esses profissionais. "Para muitos, eles são invisíveis", afirma.

E deu certo! No ano passado foi criado o Pimp My Carroça, projeto que une milhares de apoiadores e voluntários para grafitar e reformar (trocar pneus, colocar retrovisores, buzinas, entre outros acessórios de segurança) os carrinhos. Os carroceiros também recebem ajuda, como exames dos olhos e óculos. O Rio de Janeiro ganhou edição da iniciativa e outras cidades já estão interessadas.

Mundano ficou superfeliz ao saber sobre a atitude dos alunos da Emeb Professora Janet Mally Betti Simões, em São Bernardo. "Desde pequenos estão se envolvendo com a reciclagem e a realidade do catador. Eles são o futuro. Que corram atrás de informação e transformação. Assim, vamos mudar o mundo."

 

Saiba mais sobre o Pimp My Carroça no www.pimpmycarroca.com. No http://vimeo.com/45878176 você confere documentário sobre o projeto. E quem tiver uma frase bacana pode enviá-la para o pimpmycarroca@gmail.com. Ela pode ser grafitada em um carrinho.

 

 

 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;