Fechar
Publicidade

Domingo, 19 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Loteria faz 50 anos
e distribui R$ 100 mi

Montante foi liberado neste ano para a região; ao menos dois
sortudos acertaram as seis dezenas e levaram a Mega-Sena


Pedro Souza
Do Diário do Grande ABC

16/09/2012 | 06:23


Pelo menos dois moradores da região se tornaram milionários desde o início de 2012, ano em que as Loterias da Caixa completam 50 anos de existência. Eles adivinharam a combinação mais desejada do País, as seis dezenas da Mega-Sena. Em agosto, um sortudo levou o prêmio de R$ 21,5 milhões após jogar em casa lotérica de São Bernardo. Em janeiro, um apostador recebeu R$ 35,5 milhões em Mauá. A sorte do jogador de São Bernardo impulsionou o volume desembolsado pela Caixa Econômica Federal em premiações de loterias no mês passado para a região, que atingiu R$ 40,5 milhões.

A crença popular aponta agosto como o mês do desgosto, mas para os apostadores do Grande ABC não foi bem assim. As 153 casas lotéricas distribuíram o maior número de prêmios para um mês neste ano, ao todo 389.

Junho chegou perto em número de recompensas, com 356. Mas o valor foi bem inferior aos R$ 40,5 milhões. No sexto mês deste ano, não houve acerto da sequência da Mega-Sena e os desembolsos da Caixa acabaram somando apenas R$ 1,4 milhão.

CONTRAPARTIDA - Desde o começo do ano, os premiados do Grande ABC levaram para casa cerca de R$ 100 milhões por meio de sorteios das loterias da Caixa, que é o banco público autorizado a gerir esses jogos no Brasil. São elas a Federal, Instantânea, Mega-Sena, Lotomania, Quina, Dupla Sena, Loteca, Lotogol, Lotofácil, Timemania.

Por outro lado, o valor atinge quase metade da arrecadação do banco com essas apostas no ano passado. Considerando toda as modalidades, os cofres da Caixa engordaram R$ 221,19 milhões.

Neste ano, os apostadores não perderam a esperança. Segundo a superintendência regional da instituição financeira pública, entre janeiro e o fim de março, a arrecadação atingiu R$ 50,49 milhões, ou seja, em 25% do ano a arrecadação está próxima a um quarto do total de 2011.

Mas a conta não fecha e não deve fechar. O dinheiro das apostas não vai direto para os cofres do banco. O governo federal destina fatias desta verba para programas e projetos sociais.

Segundo o gerente regional de canais da Caixa, Luiz Heck, o apostador pode conferir para onde vai o montante arrecadado no verso do volante de aposta das loterias.

Os principais destinos são, além do prêmio bruto e as despesas de custeio e manutenção das loterias, o Fundo Nacional de Cultura, o Comitê Olímpico Brasileiro, o Comitê Paraolímpico Brasileiro, o Fundo Penitenciário Nacional, a Seguridade Social, o Fies (Fundo de Financiamento ao Estudante de Ensino Superior).

ANIVERSÁRIO - Ontem as Loterias da Caixa completaram 50 anos de existência. No dia 15 de setembro de 1962, o banco realizou o sorteio da primeira extração da Loteria Federal do Brasil, no Rio de Janeiro.

 

 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Loteria faz 50 anos
e distribui R$ 100 mi

Montante foi liberado neste ano para a região; ao menos dois
sortudos acertaram as seis dezenas e levaram a Mega-Sena

Pedro Souza
Do Diário do Grande ABC

16/09/2012 | 06:23


Pelo menos dois moradores da região se tornaram milionários desde o início de 2012, ano em que as Loterias da Caixa completam 50 anos de existência. Eles adivinharam a combinação mais desejada do País, as seis dezenas da Mega-Sena. Em agosto, um sortudo levou o prêmio de R$ 21,5 milhões após jogar em casa lotérica de São Bernardo. Em janeiro, um apostador recebeu R$ 35,5 milhões em Mauá. A sorte do jogador de São Bernardo impulsionou o volume desembolsado pela Caixa Econômica Federal em premiações de loterias no mês passado para a região, que atingiu R$ 40,5 milhões.

A crença popular aponta agosto como o mês do desgosto, mas para os apostadores do Grande ABC não foi bem assim. As 153 casas lotéricas distribuíram o maior número de prêmios para um mês neste ano, ao todo 389.

Junho chegou perto em número de recompensas, com 356. Mas o valor foi bem inferior aos R$ 40,5 milhões. No sexto mês deste ano, não houve acerto da sequência da Mega-Sena e os desembolsos da Caixa acabaram somando apenas R$ 1,4 milhão.

CONTRAPARTIDA - Desde o começo do ano, os premiados do Grande ABC levaram para casa cerca de R$ 100 milhões por meio de sorteios das loterias da Caixa, que é o banco público autorizado a gerir esses jogos no Brasil. São elas a Federal, Instantânea, Mega-Sena, Lotomania, Quina, Dupla Sena, Loteca, Lotogol, Lotofácil, Timemania.

Por outro lado, o valor atinge quase metade da arrecadação do banco com essas apostas no ano passado. Considerando toda as modalidades, os cofres da Caixa engordaram R$ 221,19 milhões.

Neste ano, os apostadores não perderam a esperança. Segundo a superintendência regional da instituição financeira pública, entre janeiro e o fim de março, a arrecadação atingiu R$ 50,49 milhões, ou seja, em 25% do ano a arrecadação está próxima a um quarto do total de 2011.

Mas a conta não fecha e não deve fechar. O dinheiro das apostas não vai direto para os cofres do banco. O governo federal destina fatias desta verba para programas e projetos sociais.

Segundo o gerente regional de canais da Caixa, Luiz Heck, o apostador pode conferir para onde vai o montante arrecadado no verso do volante de aposta das loterias.

Os principais destinos são, além do prêmio bruto e as despesas de custeio e manutenção das loterias, o Fundo Nacional de Cultura, o Comitê Olímpico Brasileiro, o Comitê Paraolímpico Brasileiro, o Fundo Penitenciário Nacional, a Seguridade Social, o Fies (Fundo de Financiamento ao Estudante de Ensino Superior).

ANIVERSÁRIO - Ontem as Loterias da Caixa completaram 50 anos de existência. No dia 15 de setembro de 1962, o banco realizou o sorteio da primeira extração da Loteria Federal do Brasil, no Rio de Janeiro.

 

 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;