Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 6 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Docentes da Unifesp suspendem
paralisação iniciada há 120 dias

Segundo a Adunifesp, as aulas já serão retomadas na próxima
segunda; principal reivindicação é revisão do plano de carreira


Do Diário do Grande ABC

14/09/2012 | 07:00


Professores da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), com campus em Diadema, decidiram em assembleia realizada ontem suspender a greve iniciada há quatro meses, em 17 de maio. De acordo com a Adunifesp (Associação dos Docentes da Unifesp), as aulas serão retomadas a partir de segunda-feira. "Nós já comunicamos nossa decisão à reitoria. É possível que, em alguns cursos, os trabalhos sejam retomados no dia 24", explica a presidente da entidade, Virgínia Junqueira.

Os alunos dos campi da Baixada Santista e Capital também realizaram assembleia e decidiram pela volta às aulas. Os estudantes de Diadema terão encontro na próxima semana.

O campus no Grande ABC foi o primeiro da Unifesp a aderir à greve nacional. A principal reivindicação dos professores é a revisão do plano de carreira, que passaria a ter 13 níveis com reajuste salarial de 4% em cada passagem.

Na UFABC (Universidade Federal do ABC), a greve teve início em 5 de junho e terminou na semana passada, após 94 dias de paralisação. Os professores retornaram ao trabalho nesta semana, mas, segundo decisão do conselho da instituição, as aulas só recomeçam na segunda-feira.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Docentes da Unifesp suspendem
paralisação iniciada há 120 dias

Segundo a Adunifesp, as aulas já serão retomadas na próxima
segunda; principal reivindicação é revisão do plano de carreira

Do Diário do Grande ABC

14/09/2012 | 07:00


Professores da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), com campus em Diadema, decidiram em assembleia realizada ontem suspender a greve iniciada há quatro meses, em 17 de maio. De acordo com a Adunifesp (Associação dos Docentes da Unifesp), as aulas serão retomadas a partir de segunda-feira. "Nós já comunicamos nossa decisão à reitoria. É possível que, em alguns cursos, os trabalhos sejam retomados no dia 24", explica a presidente da entidade, Virgínia Junqueira.

Os alunos dos campi da Baixada Santista e Capital também realizaram assembleia e decidiram pela volta às aulas. Os estudantes de Diadema terão encontro na próxima semana.

O campus no Grande ABC foi o primeiro da Unifesp a aderir à greve nacional. A principal reivindicação dos professores é a revisão do plano de carreira, que passaria a ter 13 níveis com reajuste salarial de 4% em cada passagem.

Na UFABC (Universidade Federal do ABC), a greve teve início em 5 de junho e terminou na semana passada, após 94 dias de paralisação. Os professores retornaram ao trabalho nesta semana, mas, segundo decisão do conselho da instituição, as aulas só recomeçam na segunda-feira.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;