Fechar
Publicidade

Domingo, 17 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Munícipe protesta por hospital infantil em Diadema

Até aliados participam de ato relembrando promessa do prefeito sobre atendimento pediátrico em UBS


Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

29/11/2013 | 07:00


Candidato a vice na chapa majoritária derrotada do humorista Edvan Rodrigues de Souza, o Buiú (ex-PMN, hoje PRB), o munícipe José de Assis Moraes, o Morart, ‘celebrou’ ontem, na Câmara de Diadema, um ano de promessa do prefeito Lauro Michels (PV) de reabertura do hospital infantil, como era conhecido o atendimento pediátrico na UBS (Unidade Básica de Saúde) do Jardim das Nações.

O protesto, que envolveu discurso na tribuna livre e distribuição de bolo aos moradores que acompanhavam a sessão no plenário, contou indiretamente com apoio de vereadores governistas.

Em sua fala, Morart solicitou à mesa diretora a realização de 30 segundos de silêncio para lembrar da promessa feita por Lauro ainda na campanha do ano passado. Presentes ao plenário, os situacionistas Vaguinho do Conselho (PSB), Lúcio Araújo (PV), Albino Cardoso Pereira Neto (PV) e Reinaldo Meira (PR) se levantaram para respeitar o protesto do ex-candidato. A bancada petista, de oposição a Lauro, também se postou em silêncio durante meio minuto.

Fechado em 2012, durante o último ano de governo do ex-prefeito Mário Reali (PT), o hospital infantil foi um dos temas centrais da campanha do ano passado. Lauro prometeu que reabriria o atendimento pediátrico no seu primeiro ano de mandato caso fosse eleito, enquanto Reali optou por restaurar o serviço, mesmo de maneira provisória e com horário reduzido.

Eleito, Lauro postergou resposta sobre a retomada do hospital infantil e, por falta de recursos próprios e pela demissão de médicos da rede municipal, a unidade não foi resgatada neste ano. A administração municipal estuda centro de atenção pediátrica na UBS, mas sem prazo de instalação. Há, também, cogitação de o governo do Estado construir um centro regional de pediatria, possibilidade essa ainda em análise na Secretaria de Estado da Saúde.

ÁGUA DA DISCÓRDIA

Na sessão de ontem, grupo de mães de alunos da EM Sagrado Coração de Jesus, no núcleo Gazuza, levou garrafas d’água contaminada afirmando que estudantes da escola só tinham à disposição bebida de péssima qualidade.

Bloco de vereadores foi ao colégio, ao lado do diretor-presidente da Saned (Companhia de Saneamento Básico de Diadema), Elbio Camillo Júnior, para vistoriar a situação da água fornecida no equipamento. Diferentemente da apresentada pelas mães, a água não tinha sinais de contaminação.

A Saned coletou amostras do líquido para a avaliação e, na segunda-feira, nova amostra será recolhida.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Munícipe protesta por hospital infantil em Diadema

Até aliados participam de ato relembrando promessa do prefeito sobre atendimento pediátrico em UBS

Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

29/11/2013 | 07:00


Candidato a vice na chapa majoritária derrotada do humorista Edvan Rodrigues de Souza, o Buiú (ex-PMN, hoje PRB), o munícipe José de Assis Moraes, o Morart, ‘celebrou’ ontem, na Câmara de Diadema, um ano de promessa do prefeito Lauro Michels (PV) de reabertura do hospital infantil, como era conhecido o atendimento pediátrico na UBS (Unidade Básica de Saúde) do Jardim das Nações.

O protesto, que envolveu discurso na tribuna livre e distribuição de bolo aos moradores que acompanhavam a sessão no plenário, contou indiretamente com apoio de vereadores governistas.

Em sua fala, Morart solicitou à mesa diretora a realização de 30 segundos de silêncio para lembrar da promessa feita por Lauro ainda na campanha do ano passado. Presentes ao plenário, os situacionistas Vaguinho do Conselho (PSB), Lúcio Araújo (PV), Albino Cardoso Pereira Neto (PV) e Reinaldo Meira (PR) se levantaram para respeitar o protesto do ex-candidato. A bancada petista, de oposição a Lauro, também se postou em silêncio durante meio minuto.

Fechado em 2012, durante o último ano de governo do ex-prefeito Mário Reali (PT), o hospital infantil foi um dos temas centrais da campanha do ano passado. Lauro prometeu que reabriria o atendimento pediátrico no seu primeiro ano de mandato caso fosse eleito, enquanto Reali optou por restaurar o serviço, mesmo de maneira provisória e com horário reduzido.

Eleito, Lauro postergou resposta sobre a retomada do hospital infantil e, por falta de recursos próprios e pela demissão de médicos da rede municipal, a unidade não foi resgatada neste ano. A administração municipal estuda centro de atenção pediátrica na UBS, mas sem prazo de instalação. Há, também, cogitação de o governo do Estado construir um centro regional de pediatria, possibilidade essa ainda em análise na Secretaria de Estado da Saúde.

ÁGUA DA DISCÓRDIA

Na sessão de ontem, grupo de mães de alunos da EM Sagrado Coração de Jesus, no núcleo Gazuza, levou garrafas d’água contaminada afirmando que estudantes da escola só tinham à disposição bebida de péssima qualidade.

Bloco de vereadores foi ao colégio, ao lado do diretor-presidente da Saned (Companhia de Saneamento Básico de Diadema), Elbio Camillo Júnior, para vistoriar a situação da água fornecida no equipamento. Diferentemente da apresentada pelas mães, a água não tinha sinais de contaminação.

A Saned coletou amostras do líquido para a avaliação e, na segunda-feira, nova amostra será recolhida.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;